Beleza

Cuidando dos cabelos em viagens!

Fotografia

Jolene | Look e preset para Lightroom

Cabelos

Como secar os cachos mais rápido e sem frizz!

Glossário básico

28fev

Uma coisa que vem chamando minha atenção é a forma como blogs usam certos termos relacionado a design e ilustração, e também a forma como são usados… E o que me motivou a fazer esse post foi justamente um blog que postou algumas ilustrações encontradas no google, afirmando terem sido difíceis de conseguir achar pois, citando; “achar brushes bonitinhas assim no google tá difícil”

  Por quê tá difícil?


 Porque ilustrações NÃO SÃO brushes.

O que é uma brush?
 

Do inglês, quer dizer pincel. Daí você já tira o erro.
Por algum motivo obscuro, muita gente posta ilustrações (próprias ou não) por aí afirmando serem brushes. Bom, esse é um uso equivocadíssimo da palavra; brush é uma ferramenta, não o produto final – é o que é usado pra chegar aquele resultado, que é a ilustração (ou outro elemento gráfico) E o kiko mana? Eu achei que seria interessante explicar isso justamente pra evitar frustrações procurando BRUSHES no google ou onde for e se deparar com um monte de coisa nadaver com o que você procura (que são na verdade ilustrações).
PORÉM
Uma ilustração pode vir a se tornar uma brush! (AHN?) Mas ainda não é o que vocês pensam.
Observem o exemplo:
 
Essa graminha aí é uma brush, mas só porque o autor (o senhor Fox salva-vidas Orian) desenhou essa graminha com muito amor e carinho e aí foi, no photoshop, em: Editar > Definir predefinição de pincel, o que criou um novo arquivo .abr, que é a extensão dos arquivos de brush/pincel do photoshop. E é esse arquivo que ele vai disponibilizar pra download, onde você vai baixar e instalar no seu pc. E voilá! A ilustração de graminha virou brush/carimbo. Ok é um pouco mais complicado que isso, mas qualquer dia acho que rola um tutorial aqui, seria do interesse de vocês? será? será?

O que é uma paleta?


Ok, essa é fácil, paleta de cores nada mais é que uma referência de cores.
Quando eu  desenho a mini-suu, eu uso uma paleta de cores pré-definida que eu fiz quando a criei. Por quê? Porque sempre que eu for desenhar essa mesma personagem, eu vou tomar esse cuidado de usar a mesma cor das anteriores; assim não resta dúvida pra quem a vir que ela não é um desenho qualquer.

Além de desenhos, as paletas também são muito usadas no design de blogs. Por quê você fez aquele layout rosa neon com links azul escuro, caixas de widget com título em magenta e fundo das caixas em cinza com verde? MANA NINGUÉM TE AVISOU.

Em um blog, o esquema de cores dá um equilíbrio notável e se bem feito, agradável aos olhos de quem lê. Não o subestime! E se não tem certeza do que combina com o quê, o próprio blogger tem algumas paletas prontas aplicáveis;

Não gostou de nenhuma? Então pode pesquisar paleta de cores no google e garimpar alguma agradável, tem muito site/blog que disponibiliza. 
 

O que é textura?

É um elemento gráfico que adiciona (o que? o que? o que?) textura ao seu desenho/design/oquequiser, e você mesmo não sabendo o que é com certeza já usou uma. Pode ser resultado de uma brush; você faz a textura manualmente usando determinada brush pra isso… Mas isso é mais lance de ilustração do que de design no geral (Tipo a da graminha; com ela da pra fazer uma blusa de graminha na mini-suu 😀 – mini-suu: SAI FORA)

E também pode simplesmente ser resultado de uma imagem pronta (mais popular), sendo ela desenhada ou uma fotografia. Um caso muito conhecido por fotografia são as luzinhas bokeh que vocês vêem por aí, mas também tem umas estampadas, outras de galáxia (exemplo do topo), outras de papel velho, parede descascando, e de todo tipo imaginável. Vamos ver um exemplo aplicado na mini-suu porque eu acho que ela ta muito de boa:

Você pode pegar essa textura de bokeh no perfil da Fatallook, essa textura de papel envelhecido no perfil do Bashcorpo, e a textura de galáxia lá do topo no perfil do Michal V.

O que é pattern?

Do inglês, quer dizer padrão, e pode ser comparada a textura porque dependendo do que você está tentando fazer, o objetivo pode vir a ser o mesmo. :B A diferença, é que a pattern é padrão (NÃO BRINCA) e repetitiva, ou seja, ela é própria pra preenchimento porque nenhum dos lados dela vai “desencaixar” do outro. Você tem papel de parede no seu quarto? Então, aquilo é um padrão! Porque nenhum dos lados de cada quadrado do papel fica “cortado”, eles se encaixam como um quebra-cabeça.

Você pode ver o uso das patterns em fundos de twitter, tumblr,  blog, o próprio blogger inclusive disponibiliza algumas para serem aplicadas. No mais, você pode usar elas onde a imaginação deixar. E o autor delas também. E é disso que se trata o próximo tópico!
Aliás, você pode pegar essa pattern e outras lindas no perfil do Ransie.
 


Eu posso usar como eu quiser?
O que acontece, é que tanto brushes como texturas e patterns foram feitas por alguém, e esse alguém pôs muito esforço e veia artística para produzí-los. E com isso, eles costumam especificar das seguintes formas (que variam na escolha de palavras):

Free for personal useVocê pode usar como quiser desde que você não lucre de forma alguma com isso. Ou seja, fez um banner pra amiga com uma textura fofinha com essa tag no
fundo? Legal. Cobrou por isso?
NÃO PODE. Porque não foi você que fez, então você está lucrando nas costas do autor. Coisa feia viu?

Free for commercial use Pode tudo! Ta liberado! Carnaval! Tira a camisa! UHUL Usa no design, usa no desenho, usa no blog, usa na mãe, usa na tia, usa onde quiser e pode lucrar a vontade porque o autor PERMITIU que você assim o fizesse. Pessoas assim costumam ter lugar reservado no céu.

 Not available for use – Cabou carnaval. Você não pode usar a arte desse cara nem pra você nem muito menos pra lucrar com ela. Passe longe e nem olhe muito pra não dar vontade de fazer besteirinha!

Mas suellem mimimi. É só um banner pra banca de coxinha da minha tia, mimimi. O autor nunca vai descobrir, mimimi, a não ser que ele venha comer coxinha no Acre.

Bom, eu não sou a polícia da internet, né? São só recomendações. Se você vai seguir ou não, aí vai da sua consciência.

E quando eu preciso dar créditos?
O ideal seria sempre, porque né! Mas também não é pra condenar quem não dá crédito específico pra TUDO QUE EXISTE naquele determinado post. No mais, apenas não dizer que foi você quem fez, já te livra desse peso maldito e te torna uma pessoa querida.

Uma solução prática pra quem não tá afim de ficar entupindo as postagens de créditos, caso você use muito conteúdo de outros sites nelas (não acho que isso se aplique aquela coisa de começar o post com uma imagem do weheartit; é só pôr na legenda da foto que você tirou de lá e pronto :B), é deixar uma página separada bonitinha organizadinha com os links dos sites/blogs de onde você conseguiu conteúdos para o seu, que é o que eu to montando aqui pro blog. Ta demorando a vida porque minha pasta de recursos tá UM PLANETA VIRADO DO AVESSO, mas chegaremos lá. Enfim, fazendo uma página só pra créditos, você valoriza o trabalho do autor, porque tem o nome dele numa área fixa do seu blog (ao contrário dos posts, que vão sumindo conforme outros novos vem pra página principal), e fica tão bonitinho. (y)

Outra solução? Utilize apenas o SEU conteúdo (ótimo exemplo do blog Vinte e Poucos), fica tudo bem a sua cara e você não vai precisar se preocupar com esse tipo de coisa.
 E quando eu não souber quem é o autor?
Isso acontece bastante até, nem é sacanagem nem nada, mas sabe aquela foto/desenho/gif LINDO que você achou jogado por aí pelas internês e que daria aquele QUÊ perfeito para o seu post, mas que não contém nem uma dica de quem foi que fez? Então. É chato, sim, mas na minha opinião é só fazer o que eu disse antes; usa de boa, tendo a preocupação de não dar a entender que foi você quem fez. Todos os gifs que eu uso por aqui eu cato no tumblr, de reblogagens de 1982712897283 de pessoas, daí vocês já viram.

Já deu né?
Beijos!

PS: Desculpem a falta de atualização, o trabalho anda pesando e a faculdade voltou 🙁
PS2: Outro motivo do mini hiatus foi um trabalho de última hora pros lindos da Ame sua Marca, assim que estiver publicado eu venho mostrar!
PS3: SUELLEM É O CARAMBA
PS4: Acreditam que eu tive que desenhar semi-realismo semana passada? É CHATO DEMAIS mas fica bonitcho ó.
PS5: TENHO UM NOVO MUSO E ELE SE CHAMA HIRO KAWAHARA. Google it.
PS6: Consegui responder o questionário de entrevista do blog da Line, e quando ele sair por lá eu encho o saco de vocês por aqui pra irem ler!
PS7: NÃO QUE eu tenha tempo livre nem nada assim, mas eu vou comprar uma bicicleta semana que vem E VAI SER MUITO LEGAL ela encostada na parede da garagem a semana inteira pegando poeira. Mas eu preciso emagrecer gente, que saco. 🙁
PS8: Tão vendo a mini-suu aí do lado → ? É mais um adendozinho pra deixar o blog mais prático. Mas só clique nela depois de comentar, se for comentar. ;B

PS9: EU FIZ CHAPINHA ~ LOGO ~ A MINI SUU TAMBÉM.
PS10: EDIT fiz duas ilustrações pra vocês usarem onde quiserem, sendo que elas são ~Free for personal Use~ AHÁ QUEM PRESTOU ATENÇÃO NA AULA VAI ENTENDER. Pra ver as duas dê um pulo lá na página de Goodies > Ilustrações variadas, e depois me falem se gostaram. :B

Primeira tagueação do blog!

15fev
Aê!! Adoro essas coisas.
O Rosto de Neve recebeu uma tag de três blogs, o Garota Bonita da Alleane (daqui da minha cidade <33), o Usando Tudo da Carol Alberton, e o La Rousse da Fernanda. Vamos que vamos? (Fiz totalmente ilustrado, porque POR QUE NÃO? Clica no leia mais pra rir comigo pfvr)
1. Como escolheu o nome do blog?
Eu queria dar a minha cara sem ficar muito óbvio, então, fui atrás de coisas de que eu gosto (músicas, livros, séries…) e passei DIAS pensando. Até que cheguei a uma música que ouvia sempre na minha infância (porque minha mãe ouvia, e eu ficava perto kkkk) que é a Táxi pra estação lunar, cujo trecho “bela linda criatura, bonita, vem menina vem mulher, tem espelho no seu rosto de neve, vem menina vem mulher” minha mãe e madrinha cantavam pra mim porque eu era (ainda sou) muito branca HAHAHAH e pensei, perfeito!
Fora que, em outro trecho ainda tem “E pela sua cabeleira vermelha, pelos raios desse sol (…)” então poxa, eu fiquei ruiva em dezembro, IT’S DESTINY, I TELL THEE.

2. Quanto tempo se dedica ao blog?
Como eu trabalho das 7 ás 5 e faço faculdade (sétimo período, YES) das 6:30 ás 10:10, fica meio complicado atualizar todo dia, como eu queria. 🙁 Mas podem ter certeza que eu tenho uma pasta só pro blog LOTADA de coisa (idéias, rascunhos de post, de ilustrações, fotos, referências, códigos, caraiaquatro) que to sempre salvando até pelo celular o tempo todo pra assim que conseguir uma brecha BAM post novo pro blog.
Esse tempo que eu fico salvando e rascunhando eu podia, sim, fazer o post itself, MAS eu prefiro não, porque aí sairia uma coisa bem rascunho mesmo, e eu não admito qualquer tipo de post não planejado ou feito as pressas pra cá. Ponho muita dedicação pra manter o blog com qualidade, e por isso talvez peque na quantidade 🙁 me perdoam?




3. Já teve algum problema com comentários anônimos no blog?
NÃO! Hahahah ainda não sou famosa a esse ponto, né (porque convenhamos. haters só vêem se você estiver fazendo algo certo!) mas se um dia surgir, pode deixar que rastreio o ip e mando dementadores na casa do infeliz, only no






4. Você se inspira em outro blog?
Cara… Eu visito e admiro vários, especialmente os que estão no meu blogroll, mas sempre procuro um diferencial nas minhas postagens pra não ficar igual a ninguém… Mas se em termos leigos eu fosse dizer que me inspiro em algum, acho que seria o Vinte e poucos, porque tem assunto bem variado e a Am posta coisa nova e legal todo dia (inveja).


5. Quanto tempo está na blogosfera?
Já tive uns 3 blogs no passado, o último foi atualizado em 2009… Então é, complicado KKKKK foi na minha época mais up de fã de twilight/crepúsculo, daí por um tempo nos ultimos meses de vida do blog eu só falava disso, e o layout era inclusive do robert e da kristen HAEHAEH mas pois é, nunca deixei de acompanhar um ou outro blog de vez em nunca, e sempre tive vontade de voltar. E assim o fiz, em outubro de 2012! 😀







6. Qual blog visita todos os dias?

NOSS, uma porrada no total, não consigo citar tudo hahaehe mas pra dizer alguns, seriam o Ode Alla Vita, Usando tudo, Ana Carvalho, Vinte e poucos, O fantástico mundo de Jess, Ila Fox, Depois dos Quinze (QUEM NUNCA), Candy Reis, By Garotas, Garotas dizem, Spazio DM… Sério, to tentando lembrar de cabeça, mas não DÁ, no meu pc em casa tenho minha pastinha de blogs aí eu sei.




7. Quantos blogs visita por dia?
Nos dias de semana, tenho tempo pra ler com calma uns 5 mais ou menos por di
a, mas nos fins de semana eu desço em todos que eu ver kkkkkkkk


8. Quantos livros lê por mês?
Já houve uma época que eu lia no mínimo dois por mês, mas atualmente por causa da minha nova rotina 🙁 ta difícil, mas durante as aulas de legislação (as quais são UM SACO, especialmente pra mim que já fiz essas aulas ano passado 🙁 aff) eu li nada mais, nada menos que seis livros. Sim, em três semanas. TIPO, SERÍSSIMO. Li toda a série da Mediadora nessas tediosas 3 horas diárias. Eu já tinha lido todas uns dois anos atrás, mas tava de boa em casa depois da primeira aula e pensei “será muito irresponsável ler um livrinho entre uma palavra e outra do professor?” Resultado: não prestei atenção em NADA das aulas, tipo NADA MESMO (E PASSEI COM 24 PONTOS, CHUPA SOCIEDADE!)




9. Já ficou sem inspiração pra postar? Como superou?
Ainda não, porque tenho mais idéias do que oportunidade pra postar! Mas no dia que chegar essa onda, o mais indicado é sempre visitar vááários blogs/sites nacionais e internacionais todo dia e desenvolver algo novo a partir das coisas novas que você viu nesses lugares.









10. Pretende mudar algo no blog em 2013?
Cara, eu queria postar mais KKKKKKK mas fora isso, sim claro quero postar mais ilustrações, mais tutoriais, mudar o layout mais pra frente, e fazer looks do dia. Seja com fotos como com ilustrações também. E eventualmente só ilustrações. RS
——————————————————————————————————–

Regras da tag:
* os blogs tagueados devem responder as 10 perguntas
* e deverão indicar 10 blogs pra responder.
Os blogs escolhidos para a entrevista devem ter poucos membros, aconselho menos de 200 (já que o intuito é fazermos com que eles sejam mais vistos, e unirmos mais os blogs.)
Blogs indicados:
(Clica nas moças pra ir ao blog de cada uma)

PS: Ok, primeiro; eu ia catar blogs que eu visito que tem poucos seguidores mas pela minha falta de tempo eu não conheço muitos 🙁 aí acabei tagueando blogs do meu blogroll mesmo. NÃO.ME.BATAM.

PS2: E sim só seis porque eu to no trabalho e to postando assim mesmo, daí to limitada mimimi.

Look do dia – Almost french

13fev
Awwwwwww Yeaaaaaaah! A tag mais blogueirística de todas as tags da blogosfera, agora o Rosto de Neve tem uma tag de Look do dia!

SÓ QUE NÃO.

Eu até pretendo fazer posts de looks do dia com fotos, fundo desfocado, poses de revista, expressão distante com boca semi-aberta e tudo o mais que vocês já estão acostumados, MASH enquanto isso não rola (ou seja, enquanto não arrumo tempo + tripé) eu tive uma idéia genial.

Look do dia ilustrado!
Almost French
De novo, aww yeah!
E o primeiro da série é um look que usei semana passada pra ir ao cinema com o olhos verdes, tirei UMA mísera foto mas ficou um terrível uó (clique aqui pra ver anyway) porque eu estava 1. tremendo de frio (o ar condicionado tá com probleminha), 2. meu espelho está imundo, e 3. Damn a D5100 é pesada pra segurar com uma mão só.
Mas vamos ao que interessa:
Foi um look meio dark, i assume, mas virou algumas cabeças especialmente com o pensamento “aquela maluca realmente tatuou duas cruzes pretas nas pernas?”
YEAH I DID só que não, é uma das meias tatuadas que chegaram do ebay.
Detalhe das meias e do sneaker 
que ficou meio nadaver com o verdadeiro na ilustração

O sneaker foi presente de aniversário DA LINDA da minha sogra <3 o restante tá especificado, haheaheha
Agora, vou mostrar pra vocês meu trabalhinho da semana (que é freelance, ou seja, EU POSSO MOSTRAR AQUI, HAHA (a quem não lembra, eu não tenho permissão legal de mostrar meus trabalhos pra empresa em que trabalho 😡 secretly secrecy)), que foi uma arte (no mesmo estilo da bonequinha do look do dia) de estampa pra uma camisa de Aula da Saudade, da galera de Publicidade que se formou recentemente na mesma faculdade que eu frequento.
Eu particularmente adorei o resultado. Tem uma técnicazinha nova que eu fui incentivada a usar lá no trabalho, então nada melhor que praticar fora dele, né?
E pra finalizar, imagens aleatórias do instagram desse feriadão que passou:
 
Ta bom, né?
Me digam o que acharam da idéia do look do dia ilustrado, ok?
Beijossssss
PS1: O comentário sobre os elementos de looks do dia por aí não foram feitos com insultantes, só pra ser engraçado, então NÃO CRISEM porque eu adoro looks do dia.
PS2: Não tem PS2
PS3: Play Station 3
PS4: As aulas começam segunda-feira então estou mais do que lascada com relação a tempo.
PS5: As aulas práticas de direção começam dia 3 de março e serão no mesmo horário da faculdade, OU SEJA

.

Compras que chegaram do Ebay – Parte 2!

08fev

Não lembra? Clica!
Como esperado, nem tudo chegou (mas segundo o olhos verdes, novo personagem do blog (A.K.A. o namorado culpado de todos esses posts do ebay porque foi quem me apresentou o negócio), ainda deve vir), mas já tem o suficiente pra fazer a parte dois dessa saga consumista!
Vem comigo depois do pulo pra conferir um monte de coisa linda e barata que mesmo barata ainda vai me levar à falência!

Pois é meu povo, mais coisas chegaram, e preciso falar;  o custo-benefício ME IMPRESSIONOU. E eu quero começar esse mostruário pra vocês justamente pelo item que mais tem meu amor dentre todos especialmente por esse fator.

Fidelidade ao anúncio: 9 – olhando a foto, e olhando a boina, o fio desse da foto é mais “grosso”… Não vi nada de errado nisso, é só mesmo pra falar da fidelidade ao anúncio, então né?
Usabilidade: 10 – Vocês.não.tão.entendendo.como.esse.trem.é.confortável. Ficou divino na minha cabeça (e olha que eu tenho um cabeção, s), mesmo que a cor não combine muito com a do meu cabelo KKKKKKK MAS TÁ NÉ, JÁ PEDI OUTRA MESMO.
Fato aleatório: “Mashhh Suelen, por quê esse é o que tem mais teu amor pelo custo-benefício” PORQUE CUSTOU 99 CENTAVOS MINHA FILHA. Aliás, cents*, em dólar, então dois reais. TA ENTENDENDO?

(Meias tatuadas, não consegui tirar foto 🙁 mas editarei com as mesmas!)
Fidelidade ao anúncio: 10 – Nem tenho muito o que dizer aqui, meias baratinhas com desenhos fofos que você encontra por aqui de 70 e pouco? AMOR!
Usabilidade: Até agora, 8 – Mas nem é culpa da meia, e sim das minhas pernas de amazona guerreira xena. Usei a de gatinho uma noite aí com ozamigos, mas meio que me encapetei e estiquei muito a bichinha, que acabou fazendo um fio loongo de descostura num dos lados. Minha amiga disse que o gatinho agora tem uma cicatriz. BADDASS!
Não testei as outras duas ainda (uma de cruz abaixo dos joelhos, outra com uma cintazinha na coxa + asinhas nos calcanhares), mas suponho que sejam o mesmo caso… Meias modeladas para asiáticas não foram feitas pra aguentar isso tudo de mulher. HÁ estou disposta a emagrecer pra caber nelas sem maltratar caso decida sentar de jeitos estranhos (que eu faço muito; o mais popular é ficar empoleirada na beira do sofá), e também pelo próximo produto:

Fidelidade ao anúncio: 10 – ELE É MUITO LINDO GENTE!
Usabilidade: 9 – Olha, de novo a questão da modelagem asiática. E diferente das meias, esse anúncio tinha as medidas em centímetros pra nada dar errado. MASSSS
Ficou meio justo. Porque eu devia ter pedido um tamanho maior que o meu pra ficar como tava nas fotos. (folgado) O que era pra ser um moletom soltinho em mim virou uma blusa justa de lã (?) que realça terrivelmente meu busto. Você tem peito pequeno? USA ESSE MOLETOM, você vai se sentir a Scarlet Johansson. Não é brincadeira. Não sei se é o tecido, ou a costura, mas meio que aumentou meu busto quase em dobro. BOJO PRA QUE?

E pelo fato da justeza (nossa), o que era pra ser uma manga comprida e soltinha, virou uma manga 3/4 KKKKKKKKKKKK aiai, eu tento não me deprimir com isso, até porque meu peso tá normal pra minha altura (ainda quero emagrecer, mesmo assim) e eu usei o troço assim mesmo assim que pus a mão nele, e fui pro cinema com o olhos verdes. Atraiu olhares? Sim. A LOT. Se foram positivos ou não, aí eu não sei. Se bem que se o olhos verdes gostou acho que ta de boa pra usar de novo no futuro.

Fidelidade ao anúncio: 9 – Não mentirei pra vocês, depois de observar a foto, e o meu vestido, percebi ser um xing-ling mas MUITO BEM FEITO. A única diferença MESMO é na costura das camadas de tecido, que ficam na metade do comprimento, enquanto que no ~original~ elas começam bem na linha da costura abaixo do busto mesmo. Não sei se deu pra entender. Mas ei, assim como todo o resto aqui, pelo PREÇO minha gente, eu to feliz que tenha vindo pano! KKKKKKKKKKKKKKK
Usabilidade: 9 – Se no anterior fui gorda, nesse fui magra; o bicho ficou folgadíssimo na costura embaixo do meu braço. Mas isso se resolve com dois pontinhos de agulha; fora isso, DIIIIIIIIIVAAAAAAAAA

Ele é confortável, a estampa é linda, as cores mais ainda, e não preciso usar sutiã com ele, ENTÃO VIVA A RAINHA por isso. Ele segura tudo no lugar q
ue deve e ainda dá um atrativo de push-up bra. Dá pra pedir mais? Ah, pra quem não lembra, ele custou 15 dólares/30 reais. GIRA BAIANA /girandoloucamente e jogando o vestido pra todo lado

Fidelidade ao anúncio: 10 – É um óculos com formato de coração, não é difícil acertar (VAI QUE VEM UM COM FORMATO DE PULMÃO lady gaga curtiu isso)
Usabilidade: 10 – Nada a reclamar, ele é fofo, é vermelho, é fofo, protege os olhos, é fofo.

Então, a bolsa de raposa/coruja/aindanãosei infelizmente até agora não veio, mas me foi dito para não perder as esperanças que tem coisa que demora a vida mesmo. E como ela custou só 3 dólares, acho que o restante valeu a aventura. Além dela também ainda nada de um cinto de 1,99. Oh well, vamos ver!

Então gente, esse foi o final da curta saga de Aventuras no Ebay. E minha avaliação final É:

 SIM, VALEU A PENA. Com responsabilidade e bom olho pra identificar patifarias.
Com isso dito, e só pra não restar dúvidas,  vamos fazer uma retrospectiva pelos dois últimos posts sobre o ebay e assim concordar em uma referência de dicas finais. Vamos fazer LOS 3 MANDAMENTOS DA COMPRA NO EBAY

Não sei porque o Os ficou em espanhol.
Respeitando a tabuleta dos 3 mandamentos do Ebay by Rosto de Neve, se jogue nas compras e seja feliz!
Espero que tenham gostado da saga, até a próxima leva de compras!

Bem-vindos a próxima leva de compras!

1 – Conjunto de brilhos labiais com sabor de produtos da coca-cola ($14,25)
Eu to MUITO curiosa com a usabilidade desses troços
2 – Boina preta ($0,99)
CÊS ACHAM MESMO NÉ?
3 – Earcuff de dragão ($3,99)
As saphira pira
4 – Ear bone clamp de passarinho ($1,03)
Delicadinho, né? Mega combina com a futura dona…
5 – Brinco de unicórnio ($1,43)
Why not zoidberg?
6 – Colar de coração e asas ($1,55)
Primeira vez que eu vi esse colar levei um pequeno susto – parece MUITO com um que eu tive na pré-adolescência, que não largava por nada, dava até sorte o bicho (altas bruxaria da época de empolgação com wicca e essas coisas que criança não faz idéia do que é mas associa com harry potter e pronto enlouquece os pais com coisa do capeta) mas aí perdi o mesmo numa sala de cinema (dava sorte pra mim, não pra ele próprio. Virou adubo uma hora dessa.) e chorei pra vida. Aí esse pode vir a suprir minhas necessidades bobas de nostalgia.
7 – Anel de câmera ($1,03)
fofusho <3
8 – Sutiã auto-adesivo nude ($2,98)
Sempre quis testar esse negócio alá invisible bra da polishop, já pensou que sonho não precisar de um guindaste de renda como os que eu uso? Troço desconfortável…
9 – Brinco de cruz preto ($1,09)
Bem madonna isso. Só achei bonitinho.
10 – Relógio de pulso ($9,54)
Coisa linda! Saudade da época que eu me perdia no tempo e espaço sem relógio. sqn
11 – Chaveiro de mini lanterninha da coca-cola ($0,17)
Por quê? 17 centavos. Me esqueçam.
12 – Colar de coração ($1,03)
Lembram do meu brinco pin-up? Aí o colarzinho pra combinar. <3 Mesma loja inclusive, já me tem como cliente, a que entregou mais rápido e mais lindamente.
13 – Despertador digital Clocky ($5,02)
É um negócio que eu comprei pro Olhos verdes. Porque só Deus sabe como todo dia eu acordo com receio de que ele pode estar num dos MEGA ULTRA POWER SONO NOKIA dele, o que pode e com certeza vai nos atrasar pros nossos trabalhos, e não há mil ligações que ajudem. Com isso, este fofutcho reloginho ao invés de apenas gritar ao horário indicado, também usa as rodas gigantes dos lados como amortecedor e sai literalmente correndo pelo quarto. E ele não vai calar a boca enquanto você não alcançá-lo e desligá-lo manualmente.

Eu sei o que vocês estão pensando.
Olhos verdes toda manhã com o Clocky.

14 – Pulseira de camurça preta com âncora de bronze ($4,12)
Será que vocês já perceberam como eu gosto de âncoras/tema náutico?
15 – Pulseira de miçangas e camurça com âncora prateada ($2,03)
Não, sério, vocês já perceberam?
16 – Anel de esquilo ($1,03)
Tchutchuco! <3
17 – Pulseira de spikes dourada ($1,47)
Se eu vou ter algum acessório, ele quase sempre é dourado ou de bronze. Prata é raro. Prata me deixa mais pálida do que eu já sou, então dourado é amor pra vida. <3
18- Brincos de coração com asas ($1,03)
Eu não preciso explicar tudo, né? u_u HEHE




Lembrem-se! Auto-controle!
Sim, eu sei, pode-se dizer que o olhos verdes meio que criou um monstro consumista, e ele ESTÁ VIIIIIVO /dramavoice. Mas daqui a pouco eu me aquieto. rs

 

Ok, agora sim fim do post! HAHAH
Aliás, devo me desculpar pela qualidade dos desenhos que ilustraram o tema de hoje, diferente de tudo que eu já fiz aqu
i pro blog esses foram feitos a mão com grafite e lápis de cor (POOORCO MALDITO QUE MANCHA TUDO) e? e? tirado foto com o meu celular. Sim, meu scaner ainda não foi instalado no meu notebook novo, então to sem ele até arrumar um tempinho pra me estressar pra instalar. Mas tá na lista! Far-lo-ei (o que?)
Fiquem a vontade pra pegar a tabuleta dos mandamentos do ebay, no entanto! HAEHAHE acho que ela devia se espalhar pelo mundo!

Beijão!

Ilustrações e pequeno passo-a-passo!

03fev
Noss, terceiro post na mesma semana! I’m on fire!
E considerando que eu trabalho e estudo durante a semana inteira, sim , isso é inédito. Queria que rolasse mais L mas chega de papo.
(Mini foxie está feliz)

Hoje trouxe dois; isso mesmo, DOIS goodies de ilustrações fashion pra vocês! “Goquê?” Goodies, a quem não souber, são conteúdo que você pode pegar de boas contanto que dando os devidos créditos a quem fez/disponibilizou como tal porque do contrário minha advogada vai bater na sua porta VEJAM A SEGUIR: (depois do pulo)

Uma ruiva (claro) com um suéter peludo brilhante e que me foi dito que parecia um crossover de japonesa com francesa. Japonesa ou francesa?
E essa foi finalizada tem uns dias mas só tive mesmo tempo de postar agora:
E esta é um fruto do absoluto nada, sério, inclusive ela é o fruto do passo-a-passo que eu vou pôr aqui agora.

Passo-a-passo de ilustração 
birdlover/twitterparanoia/somethingblue

Thiiiis is hooow I doooo Eeeeet!
Normalmente a idéia do desenho vem pra mim, daí eu faço uns trinta rascunhos á mão ou no photoshop mesmo, e o negócio vai se desenvolvendo. No entanto, há outros casos em que eu simplesmente estou afim e –milagrosamente- estou com tempo, daí eu simplesmente abro o photoshop, e fico assim por algum tempo.
Aí eu começo a rabiscar com um pincel azul claro, que é o que eu chamo de minha primeira etapa onde eu penso na pose do ser humano que eu quero fazer (se for um ser humano). Dessa vez eu me saí com algo assim: 
Esse esqueletinho feio é como eu me baseio pra começar um desenho do zero, e você pode reconhecer essa mesma técnica de algum livro-guia de tutorial de desenho japonês genérico. Eu demoro um pouco nele porque fico apagando e refazendo o que não parecer bom na imagem final. É importante enxergar nesse monte de linha azul o desenho final pra saber se ela não vai ficar tipo com um braço deformado ou uma perna maior que a outra etc.
EM SEGUIDA, quando já estiver satisfeita com o esqueleto azul, eu faço um preenchimento pra começar realmente a dar forma.
Esse é o que eu chamo de o meu segundo passo. Numa camada nova, CLARO (CAMADAS SÃO VIDA, USE MUITAS. Sem se perder claro) eu faço o que pode vir a ser a forma final do corpo com linhas em vermelho.
Como se pode ver, assim como o esqueleto azul, o preenchimento vermelho é feito BEM porcamente sem visar qualquer “retinha” ou linha bonitinha visando só a forma final. Daí o nome, HAHA sou espertíssima.
Agora sim, fazendo e refazendo estou satisfeita com a forma básica e posso partir pro lineart, que é a linha definitiva do desenho. Pra isso eu oculto o esqueleto e só diminuo consideravelmente a opacidade do preenchimento vermelho, e numa nova camada, eu escolho a cor do lineart (eu gosto muito de trabalhar com marrons nessa parte, dão um ar mais s
uave no resultado final) e começo a parte mais estressante e ao mesmo tempo mais relaxante (sim eu disse isso) de todo o processo. Porque você exercita uma qualidade que eu não tenho, que é a paciência.
Nesse tipo de desenho “rápido” (pff) eu não procuro me focar tanto em detalhes ou sombreamento – na verdade meu ponto é justamente deixar o desenho “flat” sem nenhum tipo de profundidade, pra ficar bem “rascunho-fashion-que-ficou-bonito-e-tenho-pena-de-continuar-mexendo-porque-assim-ficou-bem-legal”. Tem muito desse estilo no weheartit, então devem saber do que eu to falando. 😀 MOVING ON
Feito o rosto (com foco no princípio que eu acabei de falar) eu faço o cabelo sem lineart mesmo, seguindo meu instinto sem um formato pré-definido –  com um pincel de três pontas fino, como esse:
O vestido foi feito com uma cor de lineart do próprio preenchimento dele, pra fugir um pouco do marron.
E aí temos o fatality; texturas!
Essa textura é da Nee do DeviantArt (eu NÃO consegui achar o link; essa textura ja ta aqui faz tempo, e tudo de informação que tem é “done by _nee_from_deviantart então tipo), e eu a usei como estampado do vestido; sem qualquer preocupação com fazer ela seguir o movimento do mesmo etc porque senão fugiria ao conceito flat mencionado anteriormente. É justamente uma textura CHEGUEI aqui ou um brush diferente ali que dá aquele “tchan” a um desenho sem profundidade como esse. Outra coisa que vocês já devem ter visto por aí.
Toques finais; detalhes de movimento bem simples no vestido, blush característico e gigante no rosto, batonzinho leve – e um toque que eu ADORO dar nos meus desenhos,  e não me recordo se já vi alguma outra pessoa fazendo, só sei que faço desde que me entendo por gente; que é colocar TODA a cor dos olhos, da cor que eu quero que seja a pupila. Fiz isso por acidente uma vez e achei o tom dado ao conjunto todo muito suave. Daí vez ou outra eu faço, quando for desenho sem detalhes, porque daí pra fazer algo mais elaborado NADAVER fazer parecer que a moça ta usando toda a maquiagem predominantemente de uma cor, né? Moving on.
Foram então acrescentados passarinhos da mesma cor dos olhos e sapatilha (detalhe importante, o significado das cores; nesse desenho eu quis fazer os três elementos ficarem interligados e se sobressaindo juntos do resto por meio de terem a mesma cor), eles que aliás já tinham surgido na minha cabeça pra idéia final quando eu escolhi a pose e o modo como o vestido e o cabelo estariam; BITCHES BE BIRD LOVIN’.
E estamos prontos!
Desculpem se eu confundi mais ou menos, mas pensei que como esse desenho foi ligeiramente rápido de fazer (não foi mais que duas horas no total), podia muito bem mostrar como foi feito. Será?
Enfim, podem pegar ela pra usar em blogs layouts e afins também se quiserem. Claro, ressaltando, dando os devidos créditos a mim e ao blog, pode ser até bem discreto, contanto que haja, e jamais, JAMÉ dê sequer a entender que foi você quem fez. Posso ter feito um desenho de um sol de canto de página vesgo mas ainda assim, é meu desenho e eu tenho um histórico de ciúme deles. LMas vou pirar de alegria se ver eles serem usados corretamente por aí! 😀
Be good!
Beijosmil
PS: Agora tem uma página só pra Goodies aqui no blog! 😀 Aí do lado <
PS1: A Ana Beatriz Carvalho fez um post sobre as minhas ilustrações lá no blog divo dela! <3 Corre pra ver!
PS2: A Evellyn disse que vai me entrevistar, só não sei quando – FEELS GOOD MAN
PS3: Btw eu to trabalhando num layout novo pra ela, vou tentar terminar antes de desmaiar de sono.
PS4: Olha, eu come
cei a escrever isso aqui dia 02, mas agora que vi que no resto do Brasil já é dia 03. 🙁 Chatiada. Bom, primeiro post da semana então!
PS5: Como bem sabem, eu faço ilustrações para blogs e afins ao preço mais legal do bairro do limoeiro, então curtam a página destinada ás encomendas e recomendem prazamiga!
PS6: Todos os adendos do mundo ficam em formato de PS, deal with it
PS7: GIFS ANIMAM QUALQUER POST, BJS

.

O que é ser um fã?

31jan

Já há muito eu decidi que minha próxima tatuagem será uma imagem na parte posterior da minha coxa direita. Fiz até uma montagem pra ver que diva que ia ficar. O problema é que a imagem dita se perdeu no meu antigo computador e tive problemas pra encontrar ela na net de novo, daí ainda to vendo como vou fazer.

Mas claro, ao decidir, o que não faltou foi gente pra me julgar. Idolatria, empolgação, babaquice, futilidade, enfim, escutei de tudo um pouco por querer ter  a imagem de uma pessoa que eu nem conheço e que já morreu na minha pele pra sempre.

E ser fã não foi nem uma justificativa pra fazer esses julgadores pensar duas vezes. Foi o mesmo que ter dito nada! E só reforçou o negócio de idolatria (que aliás, é pecado), a empolgação, etc.
Mas afinal, o que é ser fã pra você?

Segundo o wikipédia… Papo, sai dessa, fiz esse blog pra conversar com quem lesse e não repassar informação do portal de cola mais famoso do planeta; você concordando ou não, eu vou dizer o que é ser fã na minha concepção.

Fã, com o tempo, virou uma palavra tão desvalorizada quanto ‘amigo’, ‘eu juro’, e ‘eu te amo’s. Virou uma coisa que você fala pra qualquer coisa que expresse alguma (por menor que seja) admiração a algo ou alguém. E o que se pode fazer quanto a isso? Nada. Mas assim como nem todos os amigos são ‘amigos’, e nem todos os eu te amo’s são ‘eu te amo’s, nem todo fã é só mais um ‘fã’.

Eu, me tomando como exemplo, gosto de ouvir, ver, e admirar esse artista desde que me lembro que sou gente. Grande parte disso se deve a minha família, que viveu o tempo bom da música (Sorte deles!) e, nostálgicos como todo mundo gosta de ser, vez ou outra tocavam enquanto eu crescia grandes sucessos não só dele, como de muuuuuuuitos outros de respeito, como Queen, Donna Summer, ABBA… Vocês sabem de quem eu falo. Mas esse, em especial, me atraiu MUITO por vários fatores.


Eu era uma criança que sempre foi encantada com dança. Nunca fiz aulas, nunca participei de grupos, nunca botei um banner na testa dizendo EU SEI DANÇAR pro mundo todo ver (até porque eu não sabia, lol), mas ei, podia ser até Na boquinha da garrafa (infelizmente minha mãe tem registro em vídeo disso AIMEURIM me esqueçam, eu não tinha mais de 3 anos pff), eu parava pra olhar, entender com aquela mente de criança os passos e como eu podia imitar. Porque como parecia divertido!
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=vyR2Faf8uHI]
(Exemplo perfeito do que eu quero dizer acima.)

Quando eu olhava ele dançar, por um lado me deixava profundamente angustiada. CACETE, sabe? Como é que se anda pra trás? Como é que se consegue trocar de movimentos tão rápido? Como é que ele conseguia tornar passos de dança qualquer tão diferentes só porque era ele quem fazia, como se não fosse só uma rotina coreografada e pensada pra ser só “uma coreografia de dança”, mas como se as ondas de som passassem por dentro do corpo todo como ondas elétricas e escapando por todos os poros de cada centímetro de pele?

Sério. Até hoje, é exatamente isso que eu vejo. Nunca vi ‘só uma sequência de movimentos’. Sempre vi alma, sentimento, a arte máxima da expressão corporal. Alguém que dança, ao invés de conversar ou ir a um terapeuta (se souber um pouco sobre a vida pessoal dele, vai saber que ele seria um candidato vitalício a terapia) pra tirar algo pesado das costas.

Fora a dança, toda essa energia também conseguia ser transmitida através da voz. Só que, ao contrário de milhares de artistas atuais e de qualquer outra época, mais de dois terços do sentimento transmitido não era por palavras e sim, mais uma vez, pela energia e a emoção passada pelas cordas vocais.



Mas foi só depois que eu cresci, que eu passei a prestar atenção no que aquelas palavras, de certas músicas, significavam – até mesmo porque, foi quando eu comecei a ter noções de inglês – e nossa, não tinha como ser mais incrível e complexo, e ao mesmo tempo tão simples e objetivo.
“Vou fazer uma mudança, pelo menos uma vez na vida.Vai me fazer sentir muito bem, vai fazer a diferença, vai consertar as coisas. Assim que puxo o colarinho do meu casaco de inverno favorito, esse vento sopra na minha mente. Eu vejo crianças nas ruas, sem o suficiente para comer, quem sou eu pra ser cego e fingir não ver suas necessidades? (…) Eu vou começar com o homem no espelho, estou pedindo a ele para mudar, e nenhuma outra questão poderia ser mais clara, se você quer fazer do mundo um lugar melhor, olhe para si mesmo e faça uma mudança.”  
 Man in the mirror
“Sabe, não se trata de raças. Só lugares, rostos, de onde vem o seu sangue é onde fica o seu espaço, eu já vi a luz ficar obstruída, não vou passar minha vida sendo uma cor.”
Black or white
“Me diga o que se tornaram os meus direitos, eu sou invisível porque você me ignora. Sua proclamação me prometeu liberdade, não, eu estou cansado de ser vítima da vergonha. Estão me jogando numa classe de nomes sujos, eu não posso acreditar que esse é o lugar de onde eu vim. Sabe, eu odeio ter de dizer isso, o governo não quer enxergar, mas se Roosevelt estivesse vivo ele não deixaria isso como está.”
They don’t care about us
“O que nós fizemos com o mundo? Veja o que nós fizemos. E quanto a toda a paz que você pregou ao seu filho único? E quanto aos campos floridos? Existiu um tempo. E quanto a todos os sonhos que você disse que eram seus e meus? Você já parou pra pensar, em todas as crianças mortas na guerra? Você já parou pra pensar, que esta terra está chorando litorais?”
Earth song

Posso passar a noite citando exemplos, mas por esses trechos acho que já fiz meu ponto.
E foi com essa vibe que eu cresci. Foi com essa vibe que eu até formei boa parte do meu caráter.
Eu cresci amando música, e sentindo a música passar por dentro de mim, ao invés de ser só um acompanhamento pra alguma outra coisa que eu estiver fazendo.


Cresci ouvindo, assistindo, admirando e sentindo tudo que uma pessoa que eu nunca conheci tinha pra me passar.

Cresci com uma imagem imaginária daquela pessoa depois de conhecer tudo que havia sobre a vida dela disponível na mídia (e como devem lembrar, mediante a fama, não foi pouca coisa), onde por várias vezes meu inconsciente me provou ter pensamentos puros e infantis; já sonhei que o conhecia e ele me consolava a respeito da morte dele, e ainda se tornava um amigo e protetor – me pegava chorando de emoção á lembrança disso. Sério, dava um reino pra ter aquele sonho de novo (sabe AQUELES sonhos que parecem muito reais pra ser só aquilo?).

Não se trata de futilidade. Não se trata de fanatismo superficial. Nunca se tratou.
Se trata apenas disso.

Sou FÃ, e não ‘fã’ do Michael Jackson, sim. É uma das coisas das quais mais me orgulho, e que por ter raízes tão incrivelmente fortes no meu passado e na formação do meu pensamento enquanto passava da infância pra idade adulta, sei que nunca vai ‘deixar de ser’ algo especial. E especial o suficiente pra ficar marcado na minha pele e sempre lembrar de como a música pode ser muito mais do que apenas um som, de como a dança pode ser muito mais do que só uma sequência de passos, e de como uma visão imaginária de alguém pode se tornar uma figura de força pra não desistir. De como essa mesma visão pode causar tanta dor tão sincera até hoje, uma vez que se foi pra outro lugar onde não se tratam seres humanos como atrações de circo.

E isso é o que significa ser fã na minha concepção.

Pra finalizar esse post, que acabou sendo muito emotivo pra mim, eu vou deixar aqui o clipe oficial de Behind the Mask, que foi feito depois da morte dele, com imagens reais de milhares de fãs ao redor do mundo dançando, com bichos de estimação, fazendo flashmobs, cartazes, tocando, cantando… Vale muito a pena assistir. É um clipe MUITO emocionante pra mim, justamente por saber que os fãs que aparecem nele, não são nem 1% da base de admiradores dele ao redor do mundo. É algo realmente impressionante e que não se vê pra qualquer artista.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=fx2ZmhYHxH4]
Peace out!