26 março 2015

Suele das makes: Paletas naked da China e teste de qualidade!


Suele tem se aventurado bastante no mundo das makes ultimamente.

últimas três tentativas~

Claro que pra isso é preciso ter mais do que a paletinha de 6 cores de 5 reais da lojinha de cacareco da esquina pra aprender, né? E foi exatamente por isso que tia Suh foi atrás de começar suave; com xing-lings do aliexpress.

Só que tia suh também chegou chutando o balde adquirindo a paleta Naked 2 do site da Sephora. Ok né?

Mas a dó de gastar uma paleta de 200 dilmas (uuuugh) com treinos falhos de uma pessoa que na real não faz ideia do que ta fazendo ENTÃO parti para os xing-lings do Aliexpress pra essa finalidade!

Passeando pelos grupos de compras do Ali no facebook vi esse link de uma moça que comprou um pack de três réplicas da Naked por lá a US 17,00 e chegou tudo direitin. Resolvi ir nela mesmo!

Passaram-se alguns meses (2 pra ser exata) e as benditas chegaram!

Agora, antes de fazer esse post me certifiquei de fazer um pequeno simples porém algo que devia ser obrigatório em resenhas de cosméticos estrangeiros; um teste de irritação. Fiquei com cores das três paletas nos pulsos, nuca, e pálpebras durante 24hrs (retoquei umas 4x porque né duração de xing-ling) pra ver se surgia alguma vermelhidão, bolhas, pus, um pokémon. Mas felizmente ficou tudo bem! Não rolou irritação nenhuma. :) Aprovadas!

PS: Claro que eu não sou a rainha do universo (bem que divia) então não é porque não deu ruim na minha pele que não vai dar na de vocês também. Mas, as chances de darem ruim diminuem com isso. Se você pedir esse ou qualquer outro cosmético da china, faça o mesmo teste antes e exclua as pálpebras do processo, eu usei porque sou burra pura ozadia e queria ter certeza que não ia dar ruim pra vocês. Ok? Ok!

Primeiro eu quis fazer um comparativo da paleta 2 e da minha 2 original pra ver qual que é:

Diferença nas embalagens


Diferenças nas cores

Pois é, tem diferença nas cores? TEM SIM! Mas isso já era esperado né gente. Eu só não esperava que fossem ser tão gritantes hUAHAUHA (na original a cor Busted é um marronzinho, na réplica é um roxo médio, comofaz) mas tranquilo! As cores da réplica mesmo diferentes continuam sendo bonitas também. Só que de nada vale cor bonita se ela não pegar direito na pele, né? Então testei as três cores que mais me agradaram e que têm pigmentações variadas;

ignorar minhas veias gritantes

Acho que a diferença mas gritante em comum com todas é a quantidade de pigmento mesmo; com uma passadinha só a blackout ficou daquele jeito, enquanto que a blackout da réplica só ficou assim depois de duas pinceladas. A tease parece uma cor nadaver com a original, e a half-baked tem uma diferença de tonalidade; a qual eu admito que gostei mais da versão da réplica RSSSSSS

Bom, no mais ta tudo certinho! As cores são diferentes porém bonitas e com umas pinceladas a mais pegam bem. Sobre a durabilidade eu não saberia dizer.

só o bonde das réplicas

As cores das outras réplicas eu não tenho como comparar porque né eu não tenho as outras originais HAHAHA mas eu adorei as cores também! São bem bonitinhas e acho que dá pra bolar coisas legais.




O kit com as três paletas, como eu disse lá em cima, custa 17 dólares com o frete grátis nesse vendedor aqui.

Ah! Além delas também comprei, de outro vendedor, esse kit de pincéis réplica também da Naked (3), que acabaram excedendo minhas expectativas;


Vieram todos individualmente embalados dentro dessa latinha, tudo bem cuidadosinho e protegido. Eles são beeeeem macios! Ainda não sei nem pra que cada um serve (o grande é pra espanar poeira dos cantos do quarto eu acho né) mas o objetivo é aprender HAHA chegou direitinho e em menos de um mês! Custou 7 dólares com esse vendedor aqui.

Ainda não fiz nenhuma produção com as fakes e quero tutoriais pra começar, sugestões?
Beijas!

20 março 2015

Recebidos da Choies!

Tem bolsa com cara de pug, tem bolsa-morcego, tem saia estampada divarilhosa, tem suele viajando TEM SIM!

Dá o play!



Não sei o que o cara que inventou a bolsa com asas de morcego usou na hora de sua concepção, mas suponhamos que eu até o final do vídeo devo ter usado a mesma coisa porque né.

Os links pra cada produto estão na descrição do vídeo no youtubs!

Beijans <3

10 março 2015

Como comprar sua melodia livre de direitos autorais no Melody Loops! (Para youtubers)


Cansou das melodias super usadas da biblioteca do youtube? Yep, eu também. Por isso que, pouco depois de começar o meu canal, fui atrás de pesquisar sites que tivesse melodias bacanas e free, mas como não achei a parte bacana, decidi apelar pro impensável; comprar uma pra mim.

Impensável por quê? UÉ, nosso primeiro instinto ao construir algo na interwebs é procurar recursos sem custo, né? E comprar algo assim costuma ser a última opção; o mesmo vale pra layouts, ilustrações, logos, programação... E agora, melodias pro youtube que não vão estar em trocentos outros vídeos. E o melhor; cabem no bolso! (E melhor ainda, não tem risco do youtube vir atrás de você com um taco de baseball falando de direitos autorais, já que você vai ter todos os direitos sobre ela!)

Existem outros sites pra isso, mas como eu comprei a minha melodia nesse site, e correu tudo bem (não houve tretas com fraude de cartão nem nada parecido kkkk morro de medo disso e penso 10x antes de comprar num site novo!), então é nesse que eu confio o suficiente pra passar pra vocês. <3 E não, isso não é um post pago! Só pra constar. :P

Primeiramente, vamos escolher a melodia.

O Melody Loops tem um acervo gigantesco de músicas. Pra começar a procurar a sua, primeiro avalie a vibe que você quer passar nos seus vídeos. Uma coisa alegrinha? Uma coisa mais profissional? Uma coisa mais vibrante?

Não quer decidir por gênero? Então dá uma surfada pela sessão de instrumentos! O 8 bits e Ukulele são meus favoritos pessoalmente <3


Procure ir surfando por todas as sessões antes de escolher qual comprar, dá pra ouvir uma amostra de todas usando os botões de navegação azuis. Vá favoritando (clicando na estrelinha branca) as que mais gostar e depois escolha a partir dessas. Quando já tiver sua decisão, é só jogar no carrinho! (só clicar no sinal de + branco)


Esse é o seu carrinho de compras, que se parece com uma playlist de uma música só rs (a não ser que você vá colocando mais, aí depende do seu bolso né migo) cada licença de música custa 10 dólares americanos, algo em torno de 25 reais. Sdds dólar mais baixo.

Clique em checkout se já tiver terminado de adicionar músicas ao seu carrinho.


No checkout você dá mais uma olhada se tá tudo certinho e segue pro "Continue to billing information" que é onde você vai inserir seu endereço de cobrança. Não vai chegar nada pra você por correio não HAUHAUA é só uma medida de segurança pra eles evitarem fraude etc. Depois disso você vai ao método de pagamento:


Sempre que estiver disponível em qualquer site, dê preferência a pagar com o Paypal. Sério! É sempre sempre o método mais seguro da internet mesmo que você esteja comprando da china; o site te protege contra roubos e devolve seu dinheiro se algo der errado. <3 daí sim, só clicar em continuar com o paypal e você vai ser redirecionado pro site deles pra pagar e pronto!
Agora é só voltar no site enquanto logado pra baixar sua música e usar como quiser. Pra isso; no menu superior vá em My music > Orders history:

Nos botões coloridos você pode baixar sua música em mp3, wav, ou aiff. E logo do lado tem o tão lindo botão de License, que é um pdf com a assinatura do autor da música atestando que você pode usar a música dele como quiser. É bom guardar esse pdf (sempre pode ser baixado no site) caso o youtube queira ser engraçadinho e tirar seu vídeo do ar atestando que você está violando direitos. Aí é só pegar esse pdf e balançar na cara dele pra provar que YES WE CAN.

Chega de depender da biblioteca super usada do youtube! TRÁ!!
Espero que o tutorial lhes seja útil, té a próxima! <3

PS: Tem música gratuita no site também, mas essas não tem direitos autorais livres pra videos rentáveis do youtube!
PS2: Já peguei meus prêmios na kipling <3 to só tentando fazer uma foto da mala que é GIGAAAANTE
PS3: Finalmente depois de muito suor lágrimas e não-idas a barzinhos de fim de semana consegui trocar de computador!! <3 o atual tipo FUNCIONA YASSS
PS4: Próxima aquisição; filmadora modesta pra fazer vlogs em londres. *balançando cofrinho*
PS5: BYE



06 março 2015

A primeira vez que apareci em um jornal!

É com muuuita alegria e especialmente vergonha porque sim que trago pra vocês o pdf lindo da matéria linda que a linda da repórter Mariah Brandt fez sobre a minha vitória no Mochilão Kipling! <3 pro jornal mais popular da minha cidade, ou seja, #suelesurta

Tomei a liberdade de riscar um pouco em cima, me deixa (clica na imagem pra ampliar e ficar legível pufavô)

Fazem alguns poucos dias que a Mariah fez contato comigo e perguntou se podia fazer algumas perguntas por telefone mesmo. Conversamos um pouco sobre o concurso e BUM dias depois esse mega susto HUAHAUHAU susto sim porque falamos até que pouco, mas ela desenvolveu tudo muito bem e fez uma página enoooorme só de mim (e eu achei que sairia só uma notinha de rodapé uai) fiquei surpresa de verdade, alguns amigos me mandando fotos da capa do jornal onde aparece uma mini-eu (não a mini-suu galera) bem na capa com a chamada pro caderno em questão.

Voltamos agora a programação normal <3 bye!

PS: Esse sábado vou lá na Kipling buscar meus prêmios! YASSSSS
PS2: Sabe o mini-look do leitor? Tá rolando o sorteio lá na fanpage! Corre que dá pra participar até amanhã!
PS3: Vocês todos têm sido maravilhosos comigo <3 ainda não tive tempo de responder os comentários do post anterior mas li todos! Obrigada de verdade floquinhos <333


04 março 2015

Eu vou pra Londres com a Bruna Vieira! + ódio gratuito na internet


Como vocês já devem estar sabendo pela minha postagem na fanpage do blog, sim. O concurso da Kipling com a Bruna Vieira? Yep. Eu ganhei. Até hoje a ficha não caiu direito porque isso é TÃO incrível, mas sim, eu ganhei. E nossa, quando eu soube eu gritei, chorei, deu um tilt no meu cérebro por alguns longos segundos... Foi tipo, um dos melhores momentos da minha vida junto com o meu primeiro e único aniversário surpresa em 2013, o dia em que eu consegui passar na minha prova de direção depois de 6 provas e dois processos de um ano cada fracassados, o dia da cirurgia de remoção de tumor maligno da minha avó que havia sido um sucesso.

Fiquei tão feliz que sim, entrou pra esse ranking super exclusivo que até então não havia exigido de mim mais que estudo técnico pra conseguir (no caso da prova). Foi a primeira vez que coloquei minha criatividade a prova de forma que eu consegui aprovação máxima. Então é, até agora, palavras não descrevem.

Exceto que essa alegria foi murchada e espancada com um taco bem rápido.

Todos sabemos que pessoas sabem ser más na internet. Até as que não são na ~vida real~, tendo uma ferramenta tão poderosa como as redes sociais, aprendem a ser cruéis pra desabafar sabendo que não haverão quaisquer consequências. E quer saber, eles têm razão.

Já se passou uma semana desde o resultado do concurso, e todos os dias têm sido a mesma coisa.

Entro no facebook, pessoas estranhas na minha caixa de spam do inbox falando que a minha ilustração estava bem ruim e que eu não merecia ter ganho.
Entro no instagram, comentários maldosos de estranhos em várias das minhas fotos, no meu direct, pessoas criando fotos nos seus instagrams pessoais falando como esse concurso foi injusto, comprado, que eu sou rica e comprei o resultado (ok, essa parte bem que eu queria que fosse verdade porque né /desempregada)
Entro no twitter, alguém criou uma conta fake meio boba especialmente pra falar mal do julgamento da kipling em escolher uma mochila tão ruim como a minha, e afirmando que só ganhei porque sou, adivinhem; blogueira.

(A mochila em questão que me custou cerca de um dia e meio em horas somadas pra concluir)

E nos 45 do segundo tempo e consigo fazer minha participação pro mochilão da @kiplingbr a @depoisdosquinze ��✨E nos 45 do segundo tempo e consigo fazer minha participação pro mochilão da @kiplingbr a @depoisdosquinze ��✨ dei meu melhor nesse, agora deixemos na mão de Deus haha pra ver se 2015 ainda tem salvação yasss. �� a minha mochila tem como objetivo ser bonita mas também espaços e compartimentos pra torná-la funcional ✌�� dois mapas (o segundo pra quando o primeiro for perdido, porque né sou eu) �� guia gourmet porque repôr energias é tipo super importante (sério, penso na nossa saúde mesmo) (por isso a estampa é um cupcake, faz um bem danado pra alma gentes) �� -alguns- cartões de memória pra câmera. Não muitos, uns 30 acho que talvez dêem conta, probably. �� detector de zoella para fins de tietagem, com regulagem para tom hiddleston e a rainha. �� simulador de sotaque britânico pra gente falar chique. BROTHAH PÁSS ME DÊ WATAH (brother pass me the water VIU QUE ÚTIL i'm a genius) �� máscaras de dormir representando toda a maturidade envolvida nas duas mochileiras. �� proteção ocular modelo adulto e sóbrio. �� macaco vigilante que grita caso nos distanciemos mais de 2 metros da bolsa e, mais importante, é muito fofolindo. �� dispositivo metálico de hidratação depois de excesso de risadas (it happens) �� e por fim bottoms especiais arquitetados pra aliviar a saudade das filhas das mochileiras, a qual com o toque envia um carinho na barriga via satélite na filha em questão. Top priority. (Editei a descrição caso não dê pra enxergar tudo que ta escrito, rs) Eai, o que acharam? �� @depoisdosquinze @kiplingbr aqui fica meu apelo #melevakipling pra Londres que eu prometo que vou me comportar (probably) ❤️������ #melevakipling #kiplingbr #brunavieira #mochilãokipling #ilustração #creative #backpack #macaquinho #minisuu #dogs #hamster #concurso #sorte �� #blogger #rostodeneve
Uma foto publicada por Rosto de Neve (@rostodeneve) em
Ah, mas o melhor, e que mais me deixou estarrecida, foi a acusação equivocada de que eu infrigi as regras. Vou aproveitar esse post pra esclarecer e talvez conseguir com que você que me acusou disso coloque a mão na consciência e se desculpe pela calúnia.

Criaram uma hashtag (que não teve muita repercussão) pra me tirarem o primeiro lugar, alegando que eu infrigi as regras fazendo reposts. Dois, pra ser mais exata, e que foram apagados rapidamente dias antes da data limite de postagem. Na época eu fiz porque vi todo mundo fazendo (pior coisa, eu sei), e nem me toquei. Mas ainda bem que me toquei bem antes, percebendo que reposts prejudicavam quem fosse postando por último, e como eu percebi? Porque eu entrava todos os dias na hashtag pra ver os novos participantes e ficava profundamente irritada porque não conseguia, só via milhares de repostagens de alguns outros que já havia visto dias atrás) mas não passou pela cabeça de mais ninguém que isso podia ser errado ou que poderia estar prejudicando os outros participantes, ou até pensaram nessa parte e deixaram e continuaram de má fé, pra serem vistos mais do que os outros. Sério que isso não passou pela cabeça de mais ninguém que podia ser, sei lá, errado? E quem é condenada sou eu, uma das poucas pessoas que apagou os reposts bem antes de eles sequer contarem pra alguma coisa (já que os apagados foram só os reposts e portanto não apareceram dentre os quase 3 ou 4 mil novas postagens dos dois dias antes do prazo final)?

Daí fica a dica da próxima; pense nos outros que estão na mesma posição que você numa competição. Quer concorrer, concorra limpo. Aí sim dá alguma moral pra vir falar qualquer coisa sobre seja lá quem vença ao invés de você, e mesmo assim a moral só permanece se você usar argumentos melhores e mais consistentes do que "tinham mochilas melhores".

Então é, tem sido meio complicado. Nunca lidei com hate na vida porque sempre fui na internet exatamente o que sou na vida real; gente boa, humilde, simpática, altruísta, fiel e você pode ir confirmar com qualquer pessoa que já teve qualquer contato comigo, incluindo meus leitores que são no momento o que eu mais tenho de precioso nesse blog, que é o tanto de apoio que eles têm me dado, e por isso nunca dei motivo pra receber hate. Sério, eu sou uma das pessoas mais tranquilas pra ver o melhor das pessoas que vocês vão conhecer.

Então por tudo isso pode-se dizer que ainda to meio chocada com a capacidade do ser humano de ser ruim simplesmente porque outra pessoa sucedeu ao invés deles em uma coisa. Em um concurso de uma coisa tão pura, artística, e divertida como é o desenho. Uma vez.

E não, não adianta vir comigo com o discurso de "liberdade de expressão". Porque uma coisa é liberdade de expressão, outra muito muito diferente é uma coisinha chamada discurso de ódio, onde você usa sua opinião não pra firmar uma posição, mas pra maltratar, humilhar, e diminuir outra pessoa ou uma classe/raça/etc. Então não. Apenas pare.

Francamente, como essas pessoas vão encarar a vida quando outros sucederem ao invés deles em outros momentos da sua vida? Porque meu filho isso vai acontecer e muito. Tenham noção, que com relação a desenho, essa é a segunda vez que eu ganhei na vida alguma coisa. A primeira foi quando eu tinha 13 ou 14 anos e um desenho meu de uma ninja do ragnarok foi escolhida dentre outros poucos desenhos pra ser a nova tela de carregamento do servidor em que eu jogava na época. Ganhei 1 milhão de zenys, um chapéu raro, e um pet ainda mais raro da espécie bolinho de arroz e foi in-crí-vel. Mas foi isso, depois disso participei de muitas coisas mais e nada, nunca. Logo é compreensível a felicidade e êxtase que eu senti ao saber que finalmente algo meu foi reconhecido mais uma vez, e que eu ia conhecer cidades de um país maravilhoso com uma pessoa da qual sou fã desde a época do dito ragnarok. Mas alguém quer saber disso? Não. 

Muitas pessoas me disseram que eu devia falar algo com a Bruna, afinal os ataques vêm exclusivamente de pessoas declaradamente apaixonadas por ela e pelo trabalho dela.E gente, entendo suas preocupações... Mas não, né? Já estou com vergonha de estar externando todo esse meu incômodo no meu facebook e aqui no blog, não quero colocar a Bruna (que no primeiro dia entrou em contato comigo pra me parabenizar (quase caí pra trás de ver ela falando comigo, diga-se de passagem) e aproveitou pra me dar um toque sobre o assunto e me fazer sentir melhor com relação ás mensagens maldosas que eu já tava recebendo publicamente no instagram dela e da Kipling) e muito menos a Kipling, que ofereceu essa oportunidade incrível igualmente pra todos que participaram. Inclusive, fico com sangue nos olhos quando vejo em alguns desses ataques os direcionados ao julgamento da empresa e da Bruna. Cadê a gratidão por todas as promoções e atividades que ambos promovem sempre? Somem no momento que vocês não são os vencedores da vez? Cês juram que não tem nada de errado com isso?

Pessoas que dão o seu melhor também perdem. Eu já perdi tantas vezes em tantas coisas que perdi a conta. Mas sério, acho que nem quando eu era criança (e olha que eu fui uma peste de má durante uma fase da minha vida) eu atacava pessoalmente alguém que sucedeu em algo que eu também estava tentando. Ninguém que eu conheço já fez algo parecido. É algo realmente chocante pra mim em presenciar e pior, sentir na pele o que agora eu sei que muitas blogueiras (e outras profissões que ganham destaque na mídia como atrizes, cantoras, jornalistas, etc) passam todos os dias em números infinitamente maiores. O psicológico exigido pra se aguentar essas coisas e não correr pra ficar em posição fetal na cama é uma coisa realmente muito punk.

Então pra você aí, que foi uma das pessoas que decidiu espalhar seu ódio gratuito seja pra mim ou pra qualquer outra pessoa em outra situação parecida; como se atreve?

Vou falar de forma bem geral e não aplicado somente a mim porque eu acredito que essa situação seja bem maior que somente eu, mas vou me usar de exemplo em alguns.

Seu valor não se define no que outra pessoa superou você em qualquer coisa. Se define no que você tira dessa derrota. Amargura ou experiência?

Sua visão sobre o que é bom o suficiente ou não, não é a visão universal. Aprenda a lidar com isso pra não ter experiências ruins no mercado de trabalho e na vida pessoal no futuro.

Enviar mensagens anônimas cruéis podem te fazer um bem falso na hora. Mas entenda que o alvo vai continuar com a sua vida e mesmo que sua maldade o tenha atingido na hora, isso logo passa. Sua atitude infantil não. E alimentar algo assim não é a coisa mais esperta que você escolheu fazer.

Já existe muita ruindade no mundo sem precisarmos da impunidade do anonimato da internet. Pessoas sendo más com as outras simplesmente porque sim. (quem nunca sofreu bullying em algum momento na infância, né?)

Se você precisou fazer ataques pessoais pra alguém que sucedeu sobre você em algo não relacionado ao pessoal (como no meu caso, onde uma mocinha super bonita decidiu me chamar de "p**inha do cabelo ruim" a troco de... Bom... Alguma coisa), tem certeza que é com essa pessoa mesmo que você está com raiva? E não do seu sentimento de que não fez o seu melhor como ele ou ela fez?

Se você está irritado porque a pessoa que sucedeu sobre você em algo tem expressado sua felicidade em seus perfis pessoais e por isso enche o peito pra dizer que ele ou ela "precisa ser mais humilde" (yep), reflita e compreenda que não é ela que é desumilde. É você que é invejoso. Totalmente errado seria essa pessoa ir no seu perfil cantar vitória de forma insensível.

Eu sei que todo esse meu discurso não vai fazer você, troll declarado de internet, mudar e evoluir suas atitudes online. Mas com um pouco de esperança penso que pode até fazer você repensar, mesmo que por um segundo. E pra mim isso já basta.

Então vamos pôr a mãozinha na consciência não só quanto a esse caso, meu caso é um dos mais light na verdade! Mas com relação a tudo. Bullying, slut-shaming, vazamento de fotos privadas. Todas essas coisas que talvez um dia sumissem se todos fizessem sua parte em não fazer parte.

Quero deixar claro que esse post me serviu como desabafo e os comentários anônimos estão liberados pra vocês falarem o que quiserem aqui. E que eu to disposta 100% a conversar de forma civilizada com quem quiser.

Mais amor, por favor.

PS: Fiquem com a reação da May-Doo ao saber do resultado do concurso.

28 fevereiro 2015

TV de Neve: A diferença do cabelo com e sem fitagem

OPA como assim um vídeo novo suele?
Meu quarto está sofrendo uma pequena reforma e enquanto ele não termina ainda consegui um espaço legalzin pra gravar vídeos sem meter a cara na lente! UHUL
Esse vídeo é bem curtinho do jeito que a gente gosta pra mostrar pra vocês o que e como eu faço pro meu cabelo ficar sempre cheinho e cacheadinho mesmo o coitado estando ainda com 80% dos fios lotados de química. Procedimento altamente aconselhado caso você tenha o cabelo cacheado virgem pra um efeito fabuloso.

Nota: a técnica não funciona bem em quem tem o cabelo fininho e liso, ok? ;(

Dá o play!




Primeiro de tudo: SIM EU TO FORA DE FOCO, perdoem, preciso de uma câmera com foco automático pra parar de fazer origami com esse meu papel de trouxa. ;( mas a técnica ta aí explicadinha e com resultados na hora!

Espero que vocês gostem! Não esqueçam de dar o joinha e se inscrever no canal, seus lindo. E senta todo mundo pra assistir a tia suh pagando mico AÊ!


BEIJAS!

PS: Próximo vídeo; tia suh enlouquecida ao saber que ganhou o mochilão da kipling com a Bruna linda Vieira. BYE

Próxima Página Início
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...