Look de Neve

Kissing Strangers

FOTOS COM A 85mm 1.8 DA NIKON
Fotografia

Sobre minha lente nova | 85mm 1.8

Look de Neve

Dirty Haze

Posts marcados na categoria Outros

1 ano de cara na neve!

13out

É com muito prazer, amor, satisfação, sedução e carinho que eu escrevo este post hoje.
O blog se tornou uma coisa que eu nunca imaginei, quando o criei um ano atrás, que ele conseguiria se tornar. Porque o objetivo no início era apenas ter um espaço meu pra ajudar com tutoriais e coisinhas legais pra quem topasse com ele pelas internê poder usufruir.  Fazer amizades foi um adicional lindo que aconteceu com o tempo. <3 Ter um retorno positivo de que minhas postagens são úteis/divertidas/etc é a melhor coisa que rola por aqui, melhor até que fazer os próprios posts. Até minha ambição pela carreira de ilustradora cresceu com o apoio e carinho que sempre recebo por aqui, e com as encomendas que passei a fazer por causa dele. Coisa mais linda do mundo ver uma obra sua no espaço de quem você admira, que são a maior parte dos meus clientes atualmente. E eu consegui isso tudo graças a esse cafofo congelado. Então sério, obrigada!

Agora chega de sentimentalismo e vamos á celebrationz.

Aqui um ~~Bolo Nevado~~ pra vocês! <3
Vamos começar com o que eu sei que vocês têm esperado exclusivamente esse tempo todo pelo aniversário do blog, que são os presentinhos que eu prometi no post da semana passada. POIS BEM!
Imaginem uma música de abertura do Oscar aqui!
Os leitores premiados serão aqueles que mais participaram do blog, ou seja os 5 que mais comentaram no blog desde o início até hoje, e o prêmio por tanto carinho será uma estatueta do(a) blogueiro(a) representando seus respectivos blogs no mais infame estilo usado pra representar a mini-suu aqui no RDN. Ou seja, os vencedores ganham uma versão mini de si mesmos pra usar como quiser! <3
Vocês acharam que o widget de top comentaristas foi inserido ali misteriosamente a toa? HEHE foi só pra eu poder monitorar vocês. ;D Infelizmente eu não pude incluir os comentaristas do facebook também porque eles não têm esse tipo de sistema de contagem, só o blogger mesmo… ;_;
Então vamos trazer a nossa hostess de sempre Mini-Suu pra apresentar o prêmio. Chegando no tapete vermelho esbanjando elegância com seu vestido Chanel vem–
Enfim. Seguindo o ranking do dia 02/10/13, que foi quando eu iniciei a produção dos presentes, os floquinhos de neve que mais participaram do Rosto de Neve desde o início SÃO:
Mariana Ferrari do blog Cafeína Aguda!
Mini-mari

A Mari já é figurinha antiga aqui no blog. Presente basicamente desde as primeiríssimas postagens em Outubro de 2012, ela marcou presença em quase todas e hoje no ranking ocupa a primeira posição com 25 comentários. <3
Tatiane Ferrari do blog Novembro Inconstante!
Mini-tati

A Tati foi uma complicação de desenhar porque a guria apesar de ser gatíssima tem pouquíssimas fotos ao alcance público no blog/facebook. Então tive que inventar a maior parte dela HAHA Tati me contate depois se quiser que eu mude alguma coisa por favor. D: A Tati Ferrari, que apesar do sobrenome não tem parentesco com a Mari Ferrari, atingiu no ranking o segundo lugar com um total de 19 comentários no blog até hoje.
Isabella M. do blog Strawberry Fields!
Mini-isa

Nunca vou esquecer, a Isabella foi uma das primeiras que fez uma indicação do meu blog, no blog dela. Fiquei tipo “GENTE SOCOOR RECONHECIMENTO” ou coisa parecida HUE
Ela é mais uma que sempre marca presença no RDN dand
o sua opinião em várias coisas postadas e ocupa o ranking como terceira colocada com 16 comentários ao longo da vida do blog.
Caroline Ferraz do blog Puta Merda!

Mini-line
Ainda me lembro da primeira vez que a Line apareceu aqui no blog, porque a primeira coisa que eu notei foi o nome do blog que ela trazia na assinatura. Fiquei tipo É SÉRIO ISSO? HAHAHA visitei o blog e adorei, é o tipo da blogueira que fala especificamente o que pensa quer isso ofenda ou não quem lê, qualidade raríssima hoje em dia especialmente na blogosfera, onde a grande maioria só procura se promover e acaba por vezes assumindo personalidades jabazeiras. Exceto é claro na gama de leitores do meu blog, porque eu só tenho leitores lindos e cheirosos. <3 
A Line assim como a Isa tiveram um total de 16 comentários no blog até hoje.
Mayara Vasconcelos do blog Amo muito td isso!
Mini-may
A Mayara é meu xodó porque além de ser super participativa e acabar entrando nesse ranking, também foi minha primeira cliente blogueira na página de ilustrações, e o layout do blog dela que traz minha assinatura foi o que trouxe um mooonte de novos clientes pra minha página na época. Fora que eu nunca vou cansar de amar desenhar o cabelo dela. A May ocupa o quinto lugar no ranking com um total de 13 comentários ao longo da vida do blog.
 A alegria exala em meus poros e arrepiou-me a epiderme.  
Fazer esses prêmios foi especialmente divertido porque só caíram no ranking pessoas que eu simpatizo, coincidência? NÃO, porque o ranking é de quem mais participa do blog, e quanto mais participam, mais eu interajo com eles e passo a conversar com os ditos cujos, hihi

É provável que eu faça outra dessas premiações daqui pra frente, provavelmente uma vez por mês. Pra sair premiando vários floquinhos de neve assíduos e de bom coração. :3

Obrigada de novo a todos pelo carinho e pela participação, espero que o blog só cresça mais daqui pra frente. Porque com certeza ele não é o maior em audiência, ou em número de conteúdo ou número de posts, nem mesmo o melhor layout da web. Mas tem os melhores leitores com certeza e é só isso que realmente importa.

Tem tupperwares na porta pra quem quiser levar bolo pra mãe que ficou em casa.

Beijos! <3

Divã da Mini-Suu #3 – Estou apaixonada?

25maio

O divã da mini-suu ficou parado algumas semanas mas já está de volta com sua programação normal. 😉

E o problema da vez é bastante tenso se me perguntar. É inclusive uma leitura primordial pra todas as estudantes que tem que lidar com carinhas precoces na escola. Muito cuidado com isso.
  

Boa noite! Será que estou apaixonada?
Meu nome é Mirella (nome fictício) e tenho 16 anos e estou no segundo ano. Sou BV. Entrei em um colégio novo no ano passado mas desde então nunca tive muitos amigos. Sabe? Sou aquela esquisita no fundo da sala que prefere ficar desenhando naruto ao invés de tentar socializar com quem me olha de cima. É bem chato, mas já faz um ano e tenho me virado. (Tenho uma amiga com quem posso contar lá mas ela é da outra sala)
Mas recentemente tem um cara da minha sala, que nunca sequer tinha olhado pra minha cara antes, que começou a sentar do meu lado, se interessou pelos meus desenhos, pediu pra eu desenhar ele… No todo ele é bem legal comigo, adora elogiar meus desenhos (elogia tanto que as vezes fico desconfortável… e nem são rtudo isso) e mais recentemente ele me chamou pro cinema (que seria semana que vem) tipo… até aí tudo bem. eu pelo menos tava adorando a atenção. Só que o pior vem agora.
Sabe essa minha amiga da outra sala? Quando contei toda a história pra ela ela só achou que ele só quisesse ter um desenho dele pra ele. Mas quando eu contei que ele me chamou pro cinema. Ela se escandalizou e disse que ele tem namorada. Mas acha que é só isso? Nao não. Que a namorada dele mora com ele e está grávida.
Ela disse que não tinha como eu saber porque ninguém naquela sala se comunica comigo e ninguem ia se dar ao trabalho de me avisar algo assim. Mas agora estou muito mal. Porque mesmo depois disso (alias piorou depois disso) não consigo parar de pensar nele.
No momento estou evitando ele a todo custo. Obviamente não vamos mais ao cinema. Quando ele senta do meu lado finjo que estou ocupada estudando ou no telefone falando com ninguém na outra linha. Eventualmente ele vai embora, mas sempre volta com uma cara de cachorro pidão… E a cada vez que tenho que fazer isso sinto vontade de chorar. Mas namorada grávida? Mesmo se não estivesse eu já não conseguiria lidar com essa situação.
O que eu faço? Estou fazendo o certo, né? O que eu faço pra ele me deixar em paz de vez pra eu conseguir esquecer todas as gentilezas e atenção que ele me deu por um mês inteiro? Beijo. Adoro seu blog.

Existem duas possibilidades aqui. Uma, ele realmente gostou de você mas é canalha o suficiente pra não estar nem aí com a situação em casa pra agir como se houvesse algum empecilho pra ele tentar ficar com você. Duas, ele é mais canalha ainda e só quer se divertir na escola enquanto faz você e a namorada grávida de otárias. Falo isso assumindo que você tem certeza que essa história da namorada grávida é real mesmo!
Dá pra perceber que você ainda é ingênua nesse assunto, então tente enfiar uma coisa só na cabeça: você está sim fazendo o certo, e deve continuar fazendo, porque ele não vai insistir pra sempre. Eu te entendo porque na escola meus desenhos eram uma válvula de escape. E funcionava pra mim, você deve tentar isso também, não pra lidar com ele, pra lidar com esses seus sentimentos indesejados que só vão te fazer mal.
Caso a insistência dele venha a piorar, jogue a real; pede pra ele ficar longe de você, que você não quer mais a companhia dele e gostaria que ele respeitasse isso. Quanto mais educada você for, maior é o golpe no ego (se exaltar vai dar a impressão de que ele é um incômodo muito grande, o que leva a pensar que você se importa com ele, não deixe transparecer isso ou ele pode tentar tirar proveito) e mais rápido ele vai embora e procura outra pra fazer de otária. Boa sorte Mirella, pra alguém aparentemente inexperiente você tá indo muito bem por conta própria. 🙂

Pff. Segundo ano e com namorada grávida morando junto e sendo sustentada pela mãe, provavelmente. O melhor a fazer é devolver o Brasil pros índios e pedir desculpas. Porque pqp hein?

Quer participar do divã e receber conselhos da mini-suu? (sério? tá né) É só enviar um e-mail pra CONTATO@ROSTODENEVE.COM com o assunto DIVÃ DA MINI-SUU e contar sua história. Você pode escolher permanecer anônimo ou não.

Divã da Mini-Suu #2 – A sogra corujão

19abr
 

(Mini-suu assumindo, boa sorte pra vocês)

MAH OE
Estamos de volta com mais um Divã da Mini-Suu, e mais uma vez um dos leitores do RDS veio rastejando infeliz (exageiros) ao meu mobiliário de rica pra contar seus problemas. E o problema dessa semana devo dizer, está porreta.
O que você faria se sua sogra não desse a você e ao seu namorado sequer um minuto de privacidade?
Vamos sofrer um pouquinho e tentar também ajudar com o desabafo da Jéssica (nome fictício).

É o seguinte: Namoro com um garoto, ele é muito legal, um fofo comigo, super paciente e gosta DEMAIS de mim. O problema é que eu, ultimamente, não ando mais tão apaixonada assim por ele. Nós não temos tempo de ficar juntos, e quando ficamos, a mãe dele insiste em ficar junto da gente, assistindo tv com a gente, lendo onde a gente tá sentado. Eu posso estar louca, mas sinto que ela está nos perseguindo. Ela não nos dá “espaço”. E isso está me irritando tanto que acaba interferindo um pouco no relacionamento. Porque eu não quero ir na casa dele e ter minha sogra lá, cuidando cada movimento que eu faço, e ir na casa dele é o único jeito de ficarmos juntos sozinhos.
Sem falar que minha sogra fica assim “em cima” de mim e meu namorado, mas pra minha cunhada ela dá toda liberdade. Isso é injusto e me deixa ainda mais puta da vida.
A questão é: eu não estou mais tão apaixonada assim pelo meu namorado e sinto que é por conta da falta de “desconfiômetro” da mãe dele. O que eu faço?


Esse tipo de problema é mais comum do que parece. Se trata da clássica mãe corujão; e qualquer mulher que tente tirar a atenção do filhote dela não pode ser boa coisa.
Isso SE isso realmente estiver acontecendo e não for impressão sua mesmo como você falou, mas pelas coisas que ela faz, meldels. Primeiro de tudo, vamos entender melhor a mãe corujão.

A mãe super protetora é acostumada a ter os filhos desde sempre só pra ela. Por conta disso a adolescência é uma fase tão difícil pra todo mundo; o filho que quer liberdade e a mãe que quer protegê-lo. Quando o negócio passa pros relacionamentos então… F*deu!

Pro pai é “aimeuDeus um sem vergonha qualquer está tentando tirar minha florzinha de mim!” e pra mãe é “aimeuDeus uma vagabunda qualquer está tentando tirar meu bebê de mim!” isso tudo é explicado na psicologia, sabe? É tendencioso uma criança do sexo feminino se apegar a figura paterna, e a de sexo masculino a figura materna. Mas claro, existem relações não tão saudáveis que acabam ficando difíceis de adaptar á família quando chegam os primeiros namorinhos.

Sua sogra não é de todo mal, gatan, ela só ama demais o filhote dela e provavelmente não tem confiança plena em você (que na cabeça de mãe coruja dela pode ser uma dessas maluconas da night que só o quer pra sugar (oi) a grana suada dele e depois dar pro próximo da fila) então o que você pode fazer é; puxe sua sogra pra um papo girl-on-girl, não sobre essa situação (haveria genocídio da parte dela), mas pra vocês se aproximarem mesmo. Fala de maquiagem, compras, marcos feliciano, enfim, coisas que possam render papos longos. Quando você adquirir a total confiança e amizade dela, ela vai largar mão um pouco de ficar vigiando o filho porque vai saber que ele está em boas mãos – e ela nem vai pensar a respeito, é uma coisa instintiva.

Agora, se vocês não são exatamente estranhas uma para a outra e ja se conhecem mesmo, aí pode ser preciso cutucar a onça. Comece falando com o seu boy magia que eu ESPERO que tenha percebido essa onda toda, como você se sente e como você acredita que essa falta de tempo pra vocês pode acabar apagando a chama da relação cedo demais e levando ao inevitável. Sabendo como você se sente ele pode ter uma conversa franca com a corujão. Mas aí já se prepare porque o afastamento dela vai trazer junto um ressentimento de você, mas isso passa com o tempo, o que não dá é ter penas de coruja no vestido de noiva né? Então mantenha a postura, força na peruca, e se o cara vale mesmo a pena, não desista de vocês.

Quer participar do divã e receber conselhos da mini-suu? (sério? tá né) É só enviar um e-mail pra CONTATO@ROSTODENEVE.COM com o assunto DIVÃ DA MINI-SUU e contar sua história. Você pode escolher permanecer anônimo ou não. 

Beijo pra vocês!

Selo, mídia e nova tag

07abr


Olhem que amorzinho meldels *-* fui marcada de novo pra responder umas perguntinhas.
 Dessa vez foi pela fofa da Karolayne do blog Meu Pequeno Camafeu. Já faz um tempo mas só deu tempo de ver isso agora, mimimi. Bora!

11 coisas sobre mim:
1- Tenho um hábito tré terrible de ficar enrolando o cabelo com as mãos quando to entediada ou nervosa… Minha chefa pira de raiva HAEHAE


2- Desde pequena tenho muita muita muita vontade de fazer um curso de design ou desenho, mas nunca rolou 🙁 … until NOW (mais a respeito em outro post)


3- Antes do meu namorado eu nunca havia me apaixonado, só tido crushes que iam embora em uma ou duas semanas… E atualmente to com o Olhos verdes por 1 ano e 10 meses <3 isso é amor galero
.

4- Tenho um amor irracional por animais, e especialmente cachorros. Tenho duas (MEUS AMORES), uma é um docinho e a outra é meio psicopata. E o cachorro que mais marcou minha vida chama Bob e vocês vão saber mais sobre ele aqui no blog daqui um tempo. E preparem os lencinhos.

5- Sou muito do tipo VAMOS TODOS NOS ABRAÇAR E SER FELIZES e por isso faço amigos/contatos com facilidade 🙂 (mini-suu: tem que ser né mana TU FAZ PU.BLI.CI.DA.DE)
6- Sou clichê em dizer isso mas é a mais pura verdade; minha comida preferida de todos os tempos é pizza. Mais especificamente de calabreza moída com catupiry. VEMNIMIM

7- Sofro (muito) de gastrite nervosa 🙁 e tive meu primeiro (e espero que último, to me tratando) ataque uns dias atrás quando fiquei extremamente nervosa com um atrito familiar e acabei parando no hospital. Comam direitinho pra não terem isso no futuro, é horrível. 🙁

8- Entre um refrigerante qualquer, um suco qualquer, e um copo de água geladinha, eu vou na água toda vez. Coisa bowa <3

9- Tentei tirar carteira de motorista ano passado (ou foi retrasado? whaat.) mas não rolou. Fiz a prova _CINCO_ vezes, e o nervosismo sempre me pegava, porque dirigir eu já sabia e modéstia a parte dirijo muito bem 🙁 mas né sou nervosa dimais. To no processo de novo (DESDE O FUCKING COMEÇO) e espero que dessa vez role, to treinando agora dirigir sozinha uma vez por semana pra diminuir o nervoso.

10- O único show que eu pagaria mais de 100 reais pra ver é o do Michael Jackson. Oh wait.

11- Moro só com a minha avó desde que a minha mãe casou de novo e se mudou, e as duas são minha única família e eu as amo incondicionalmente. <3
 
11 perguntas que tenho que responder:

1- Um sonho?
Que daqui 10 anos eu esteja na profissão que eu quero (ilustradora profissional, com cursos diplomas e os carai <3), casada com o Olhos verdes, vivendo confortavelmente e sem apertos numa casa que acomode bem tanto nós quanto todos os bichos que a gente vai ter, em algum lugar que pode até ser Manaus, mas que também pode ser no sul ou no exterior. Sou tradicional galera, DESCULPA


2- Uma coisa que não goste?
Receber “críticas” inúteis. (“Não gostei, faz de novo” – “Mas o que você não gostou? Algo que possa mudar? Qual tua opinião?” – “Ain não sei. Só não gostei. :/” ÇAKLJSLÇKAJSDSAJMFSLD/mordemataaaaarrrrghhhhh) e no ramo de design/publicidade isso acontece MUITO.


3- Uma desilusão?
Consigo pensar em nada que me afete atualmente pra esse tópico. Mas teve um cara que eu conheci uns anos atrás e que fiquei por um mês mazomenos, que na minha frente era um príncipe mas pelas minhas costas dizia abertamente que tava doido só pra me ~pegar~, foi um choque. Não sejam assim! 


4- O que faria se saísse o Euromilhões?
Eu ia terminar minhas contas (PENSAMENTO DE POBRE), as da minha família, as do meu namorado, faria um investimento pras gerações futuras, e metia o resto num banco. E COMPRAVA UM ZOOLÓGICO e montava um abrigo enormemente gigante pra animais abandonados terem conforto vitalício.


5- Um desafio?
Superar minha saúde relativamente frágil.


6- Prato favorito?
Pizza pls.


7- O que te deixa feliz?
Ser correspondida positivamente nos meus trabalhos, momentos agradáveis com a minha avó, e quando o Olhos verdes diz ‘eu te amo’ do nada.


8- Se o mundo acabasse agora, o que você faria?
Largaria tudo pra ficar perto das pessoas que eu amo.


9- Um desejo?
Ganhar na megasena Realizar meus sonhos mencionados lá em cima.


10- Uma tortura?
Tatuar Ficar doente quando já tinha planos super legais 🙁 E QUANDO ACABA A PIZZA


11- Uma viajem dos sonhos?
Disney ou Nova York. Ou Japão. This is a hard question.


11 blogs indicados:
1- O fantástico mundo de Jess
2- Ode Alla Vita
3- Relicários da Sra. Fleur

4- Ahasa Gata!
5- Vc mais Fashion
6- Meninas com M maiúsculo
7- Strawberry Fields
8
Não trague
9- Puta Merda

10 – Spazio DM
11 – Meus Dezoito Anos


FALANDO NO BLOG PUTA MERDA, NO VC MAIS FASHION E NO STRAWBERRY FIELDS. E NO SPAZIO DM.
Gente, altas emoções.
Muitas muitas.

Primeiramente, a linda belíssima Débora Morais fez um post sobre as minhas ilustrações no Spazio DM, e vocês estão intimados a ir conferir; CLICA
(btw eu fui ler os comentários desse post agora e que lindas obrigada <3 aliás DONA LYN EU LI ISSO OK (e yatap <3))

Segundamente, a Daísa do blog Vc mais Fashion fez uma entrevista comigo essa semana *__* clica aqui pra ler. (adoreeeei <3)

Terceiramente, o blog foi parar na tag de Blog lindo da semana (não essa semana rs) do blog ainda mais lindo Strawberry fields <33 vejam!

Quartamente, hoje sai uma entrevista ilustrada (vocês adoram essa palavra né? danados) comigo no blog da Line, fiquem ligados que eu já to no F5 no break aqui. Obrigada linda <3 (EDIT: JÁ TA LÁ! UHUL)
E ta aqui a tag dela que eu to morta de orgulho de ter:

O blog da Line muitos vocês já devem conhecer, que é o Puta Merda (sim aquelas duas palavrinhas que limpam a alma vez ou outra), e que eu simplesmente AMO porque tem uma linha de pensamento muito parecida com a minha. Só que diferente de mim a Line não tem papas na língua pra falar a opinião dela. Vale a pena demais a fuçada no blog, BJS

Quintamente, eu saí num post especial sobre ilustração do Meus Dezoito anos *_* clica pra ver o meu trabalho e outros que humilham akjshake no post dela.

Ufa.
Gente houveram mais especiais fofos assim, mas eu não to no meu pc (favoritei tudo que já fizeram pra mim) e de cabeça não consigo lembrar 🙁 NÃO ME ODEIEM PFV eu amo todos vocês.

AGORA, uma news.
Um passarinho (loiro, confuso e irritante) me convenceu a abrir MAIS UMA NOVA TAG aqui no blog, voltada pra? pra?
SEUS PROBLEMAS
ou desabafos, o que for.
A verdade é que, sim, eu sou dessas que é ótima dando conselhos mas péssima em se auto-aconselhar KKKKK
então o negócio vai ser assim:
Problemas na escola? No trabalho? No relacionamento? Trago o amado em dez dias? Só mandar um e-mail para suelen.suu@gmail.com que a mini-suu vai te ajudar. Ah, tem direito a ilustração do problema no topo do post, CLARO. (Mini-suu: QUEM vai querer o problema ilustrado? Pelo amor de Deus) A gente pode ilustrar a solução também, sem problema.
Ah o assunto no e-mail deve ser Divã da Mini-Suu, conte sua história no corpo do e-mail e escolha a vontade permanecer anônima ou não.
(Mini-suu: Se errar meu nome eu vou ignorar vlw)
Espero vocês!

Beijo enorrrme que eu preciso estudar agora. Semana de provas, YES! (n)

Eeeeee…

12jan

Por que se tatuar?

16nov

Fala galera!
To vivona!
Ok talvez não vivona porque sumi por umas duas semanas disso aqui. Projeto novinho, deu tanto trabalho pra terminar e eu sumo, mereço ser jogada no vento.
Mas são situações do dia-a-dia. Estresse em casa, estresse na faculdade, estresse no trabalho, enfim, estresse… Até tive um tempo aqui e ali onde quis fazer algo pra cá, mas o dito estresse me atrapalhou de criar alguma coisa. Bom, moving on!
Nesse post vou (começar) a falar de um dos meus temas favoritos com relação a TUDO; tatuagens. Mas não apenas postar imagens que achei na internet e achei “legas” porque isso qualquer um pode fazer, não é? Vamos falar de coisa séria porque tatuagem É COISA SÉRIA. Esse post no caso vai ser meio que uma primeira etapa, onde fala-se do início de tudo; “Por que fazer uma tatuagem?”
Vamos começar? Clique no continue lendo estupidamente pequeno.

Por que se tatuar?

Antes de mais nada, existe uma razão pela qual é requerido ter 18 anos (num estúdio que se preze) para se tatuar. É justamente porque tatuagem não é brincadeira, é coisa de adulto! Então, se você é de menor e decidiu se tatuar, ok, não vou julgar (até porque tem muita menininha de 13,14 anos por aí que tem mais cabeça que as de 20) mas apenas pense direito. E é com esse intuito que este post segue como segue.
Tatuagem pode ser muita coisa. Pode ser alguma coisa que você gosta. Que você idolatra. 
Que você já viveu. Que você procura um dia viver (um sonho). 
Mas tem também umas coisas que tatuagem não pode ser.



Quer se marcar? Beleza. É de henna? Tem uma tia lá na Ponta Negra que sabe fazer. Mas quer que seja permanente? 
Não seja estúpido.


Um bom tatuador não é nada de um malandro com uma agulha que gosta de desenhar nos outros por dinheiro. É uma profissão reconhecida, nada mais que outra extensão de artistas como músicos, pintores, escritores… E com isso, não se deve desvalorizar o trabalho de um artista, já que ele nasceu pra fazer o que faz. E o faz muito bem. Então por que alguém deveria pechinchar o valor de uma arte? Ainda mais uma arte que vai ficar na sua pele pelo resto da sua vida?

Por isso, procurar pelo mais barateiro, o que por 100 reais diz “é… acho que dá, dá sim, relasssha” NÃO. Se decidiu que quer se tatuar, faça direito, porque 50, 100, 200 reais nenhum vale uma coisa dessas pra sempre te encarando e dizendo “DAE MANOLO VAMO PRA PRAIA”.


Eu gosto de pensar que, para ser permanente, tem que representar algo permanente. Não tem nada de errado em ficar de semanas a meses considerando se você vai mesmo tatuar determinada coisa em você. Até porque, o que é esse tempo todo pensando perto da eternidade que vai ficar junto de você? Pense direito; no futuro vai te comprometer ao tentar conseguir um emprego, por exemplo? Você vai ao menos ainda gostar dessa coisa em questão a longo prazo? Vai te causar vergonha frente a determinado grupo de pessoas? (Quero ver você explicar pro seu filho um dia por quê a mãe/pai dele tem um gato tatuado na barriga pra dizer que o umbigo dele/a é na verdade o… Ah vá) Uma coisa no entanto é certa, eu não julgo nenhuma tatuagem de artista ou filme e afins, porque só por ser uma coisa “pública”, não quer dizer que não tenha um significado importante pra pessoa que a tatuou.

Uma coisa que parece não entrar na cabeça de muita gente, é que uma tatuagem não sai com sabão e nem sempre é tão fácil escondê-la quando se diz necessário. Primeiro que a tatuagem deve ser pra você, não para os outros, portanto de nada adianta desenhar uma rosa na testa ou um bigode no buço (COM ESSA MODA DE BIGODE, EU JURO QUE NÃO DUVIDO.), tenha em mente que um desenho loucão de um dragão na fuça vai te fechar muitas portas no mercado de trabalho. E o que é mais importante aqui?
Da autora que vos fala
Mazéclaro que uma entusiasta descabida como eu que até post precisei escrever tenho pelo menos UMA rabiscagem no corpo (só uma mesmo). E naturalmente, ela tem uma história. 

Tudo começa com uma frase que, há muitos anos atrás, se tornou minha fillosofia pessoal.
You be the anchor that keeps my feet in the ground, I’ll be the wings that keep your heart in the clouds

O significado se encaixou muito em mim por eu nunca ter sido dessas de fazer loucuras na noite ou vááárias outras coisas divertidas que vocês vêem em filmes. Eu sou muito afixada. Eu gosto de planejar antes de fazer pra não ser pega desprevenida. Em outras palavras, eu sou uma âncora (“que se afixa no chão”), não que eu seja uma bibliotecária chata, eu tinha vontade de muita coisa e vários sonhos, só que nunca tinha tido aquele impulso pra ir atrás deles. Sabem, por segurança de não quebrar a cara.

E desde aí eu comecei a usar o termo wingedanchor (âncora alada) pra tudo (vide twitter) exceto que eu não tinha as ditas asas da frase. Então em termos eu estava incompleta e admitia isso (mesmo usando o winged ao invés de só anchor).

Daí chegou um cara. Virou meu melhor amigo, e depois o primeiro e único amor da minha vida. Ele era bem diferente de mim nesse aspecto da frase, por não gostar de rotina, sonhar alto (MUITO alto as vezes), saber que o céu não era o limite, meio infantil e iresponsável. E com essa natureza aventureira ele conseguiu ser as asas que completavam a minha âncora.
Assim como eu também fui a âncora que deixou ele mais pé-no-chão, menos “loucão”, e eu passei a me desprender mais do chão. Em termos, um completou o outro.
E com isso, decidimos que nas nossas primeiras tatuagens, ele faria uma âncora, e eu um par de asas, representando nosso equilíbrio graças ao outro.

O local da tatuagem também tem uma boa razão. Escolhemos o lado interno do pulso pra que sempre que déssemos as mãos, a âncora e as asas ficassem juntas (formando a winged anchor), e ele fez no pulso esquerdo por ser o lado que um noivo fica com relação a noiva no altar – e isso é porque na idade média, cavaleiros seguravam a espada com a mão direita enquanto que a esquerda protegia suas donzelas. Sim, a gente pesquisou PRA CARAMBA. (recomendo a todos que façam o mesmo, até porque é disso que esse post se trata :B)

No dia que finalmente nos casarmos, vamos completar os dois desenhos; eu vou tatuar uma âncora entre minhas asas, e ele vai tatuar as asas na âncora dele. Dando assim a história por completada no altar. Mais permanente que um par de alianças, hein?

Rolou até piada de que os tatuadores de nossas preferências fossem estar dos nossos lados no casamento pra completar os desenhos no fim da cerimônia. :B Será que minha avó me bate?

Bom, essa é a história.
Ele tem uma outra tatuagem nas costas, que representa o amor (doente) que ele tem pela natureza e pela preservação do nosso planeta.

 Não adianta só dizer que gosta, tem que agir de alguma forma – ele no caso se preocupa com reciclagem, economia de energia e água, petições do green peace, dentre outros; fora que o rapaz numa floresta parece um pinto no lixo. Ou eu num rodízio de pizza da Loppiano. Kkkkkk

Agora acho que vale a pena fazer um merchan básico de dois ótimos artistas do ramo (aqui da minha cidade):

(Clique na imagem para visitar o perfil)

A Rebeca Brito é a artista do estúdio Lolita Tattoo e foi quem fez minhas asas e a âncora do meu namorado.  Muitos dos desenhos dela são delicados e com uma pegada rockabilly/old-school. Lindimais!

(Clique na imagem para visitar o perfil)
O Max Queiroz é integrante de um super time de artistas de um dos estúdios mais bem conceituados da minha cidade, e foi quem fez a folha na costa do meu namorado. Vendo essas obras dele nem preciso falar muita coisa, né? Recomendo!

Agora eu tenho uma dica pra vocês; Enquanto estiver pensando na sua arte, é muito bom ver uma “prévia” pra ter uma idéia melhor de como vai ficar finalizada na sua pele, fora que ainda é uma mão na roda pro tatuador entender direitinho como você a quer. Isso é só mais uma das utilidades do sempre confiável photoshop (ou basicamente qualquer outro editor de imagens que trabalhe com camadas).
Chega né?
Qual será minha fixação com posts gigantes?
Vou tentar postar uma coisa bem curtinha na próxima. Rs

Beijos!
12