Cabelos

Gostaria de entrar e tomar uma xícara de café?

Pessoal

Em um relacionamento sério (comigo mesma)

Beleza

Suelen e o BFF viajante

Posts marcados na categoria Pessoal

Sai de mim escova marroquina! – Truque pra passar pela transição

17set

Eeeeee se arrependimento matasse, eu já tinha reencarnado como ruiva natural cacheada e não teria nem esse post hoje! Mas como to vivassa e na luta diária, vamos conversar sobre o meu processo de livramento de química capilar.

Determinada e pronta pra se jogar na transição

Vocês devem lembrar como foi sofrida a minha saga pra ficar ruiva (e pra quem não lembra ou não viu, prepare o coração e a caixa de lencinhos e clique aqui) e junto com ela pra reduzir o volume do cabelo e basicamente eliminar os cachos que Deus me deu. Oh well. Sou volúvel, ok? Foi legal ter cabelo de princesa (ondulado) durante esses anos, mas eu cansei. E decidi, vou começar a transição pra ter meus cachinhos de volta.

NÓS TEMOS O PODER

Vem comigo clicando no “Leia mais” porque tem bastante fotos!


Mas o que acontece na transição? Basicamente a transição se resume em tempo, paciência e paz de espírito até que seu cabelo natural cresça todo de novo, sem retocar a química nunca mais (ÓBVIO). Paz de espírito é preciso sim porque passar por esse período com a auto-estima intacta é uma batalha. Pra entender isso é só imaginar um cabelo liso com uns 10cm de raíz cacheados ao estilo miojo não cozido. É.



Pois nada temeremos porque existem dois métodos de aturar esse período;
  • Ou você fica fazendo chapinha na raiz pra igualar com o comprimento (com protetor térmico, viu?)
  • Ou você faz os truques desse post pra cachear a parte com química pra ela se igualar a raiz.
Dependendo da química que houver nos fios, a segunda opção pode ser maravilinda ou quase impossível. Como já sabem eu fiz marroquina sem formol, o que na realidade não alisou o cabelo, só reduziu o volume de uma forma poderosa que quase sumiu por completo com os cachos. Meu cabelo natural, sem tinta, sem marroquina, virgem virgem virgem tipo aquelas protagonistas de filme adolescente da sessão da tarde, era assim:

Ai que raiva, eu era magra

Ele era cacheadinho com cachinhos pequenos mesmo, e isso me irritava muuuuito porque na real eu não sabia o que uma boa fitagem (explico mais abaixo) faria nele. E esse visual “beijos to indo pra missa” me tirava do sério, mas não sabia na época que isso era só falta de cuidado e estilização :[ daí lá foi a apelona jogar química na cabeça.

Essa foto é de exatamente 1 ano atrás quando eu tinha acabado de retocar a marroquina bem de leve (tava com medo de ficar com o cabelo escorrido então pedi pra deixar até menos tempo. JÁ ERA MEU SUBCONSCIENTE ME FALANDO “PARA COM ESSAS QUÍMICA MENINA”) e já tinha a química no cabelo fazia quase um ano, fiz na raiz e joguei um pouco só no comprimento. Tava cacheado sim! Mas nada comparado com ele com zero química, que é o que eu to tentando recuperar. Tá bonito? Tá sim! Mas só se a raiz estiver lisa, senão fica uma coisa muito desigual. E chega de alisar raiz gente, isso não é vida!
Então uns dois meses atrás decidi parar de retocar a marroquina e só pintar mesmo.
Mas como sobreviver o período de raiz miojo com comprimento lambido?
Fitagem
Descobri o que era fitagem por meio de uma vlogger, mas infelizmente isso já foi na época de dois meses atrás e eu não lembro quem era nem qual vídeo era 🙁 mas tem váááários no youtube! Basicamente se trata de amassar o cabelo molhado com um creme ativador de cachos, pra ele secar na forma de cachinhos. E não é que funciona?!
Mas pelo que constatei ele só funciona em cabelos com pouca ou nenhuma química, como é meu caso. Azamiga da progressiva se quiserem igualar o comprimento com a raiz vão ter que usar aquelas borrachinhas noturnas pra enrolar os cabelo. 🙁 E as que não tiverem paciência pra fazer isso sempre (eu sei que eu não teria), daí infelizmente vão ter que apelar pro famoso BC. 🙁
 BC (Big chop = Grande corte)
Como o nome já diz, o BC é simplesmente a eliminação de toda a parte com química do cabelo, deixando só a natural. Pelo que ouvi por experiências é uma coisa que liberta! Provavelmente é o que eu faria se fosse o caso da progressiva em mim. Ou não, porque me odeio de cabelo curto, mas sei lá né.

A Ana do blog Apenas Ana tem uma série de posts sobre a transição dela, onde ela fez o BC e pra variar ficou DIVA. Ela dá vááárias dicas pra quem também ta passando pelo processo, então vale o clique.

O que eu tenho feito
Pra não ter de apelar já para o BC, já que eu só tenho uns 4 dedos de cabelo marroquina-free, eu tenho feito uma fitagem violenta vidaloka todos os dias pra sair de casa. É cansativo? É, mas ó ajuda que é uma beleza!
Por quê tu não faz a joça do BC logo fia? Justamente pelo que eu falei acima, não sinto que combino com cabelo curto, sou da vibe merida de ser. E também porque dá pra dar um jeitinho aquian. Com a santa fitagem!

Atenção: Já falei lá em cima, mas vou reforçar pra depois alguém não ler tudo e ficar triste. A fitagem só funciona em cabelos ondulados, com pouca química ou já cacheados. Cabelos lisinhos dificilmente terão o resultado mostrado abaixo. (Nesse caso se joga no miracurl bonita!)

Pra fazer a fitagem é fácil demais, só é cansativo. Fiz umas fotos no dia que retoquei a raiz e fui fazer o Look de Neve do saião da Chicwish. Acompanhe:

1. Para nível de informação, vos mostro meu cabelo lavado, hidratado, desbotado e bonitin (não) mas sem fazer a fitagem, é com esse formato que ele fica quando ta seco. Miojo + lambido. Yep.
Bônus: minhas olheiras divynas

2. Ok, lavamos o cabelo e começamos o processo. Ao invés de secar meu cabelo esfregando na toalha loucamente (NÃO FAÇAM ISSO), apenas aperto com a mesma até sair o excesso de água (aperte, NÃO TORÇA) E feito isso uso um creme de minha preferência (pela minha experiência a marca do creme não importa muito) e envelopo as madeixas com ele. Eu tenho usado esse ativador de cachos da Yellow, que na verdade é um Leave-in (sempre opte por usar só o leave-in e largue mão do condicionador, isso não é vida e seu cabelo agradece).

3. Com o creme no cabelo (NÃO PRECISA ENSOPAR TAMBÉM, TA AMIGA?? Vai testando a quantidade e vê qual funciona melhor) eu dou uma dividida com os dedos mesmo em partes separadas dele por vez. Normalmente divido o cabelo em 4 pra isso. Melhor que esse jeito simplificado preguiçoso é fazer o mesmo processo mas em camadas (fazer o processo primeiro na camada de cabelo de baixo, depois na de cima), o que deixa o efeito ainda mais volumosinho, mas é trabaio demais pra fazer todo santo dia, então eu só faço isso pra looks ou pra eventos bjs não sou obrigada.) Ok, dividiu? Pego uma camisa véia de algodão (eu tenho duas que agora são só pra isso rssss) ou você pode usar papel-toalha (a natureza não curtiu essa opção) pra enxugar os cabelos amassando-os de baixo pra cima várias vezes. Essa parte de amassar é a alma do negócio, então não tenha medo de fazer quantas vezes for. E pronto, só esperar secar sem ficar mexendo toda hora que senão ele desmancha

O resultado dessa maracutaia você viu na primeira foto do post.
Agora é esperar eu ter pelo menos o comprimento encolhido (ou seja, seco) até os ombros, pra poder passar a tesoura na parte com química. Oremos!

Vamos fazer um comparativozinho só pra mostrar o efeito melhor:

Deus abençoe retoque de raiz e tonalizante conhaque do C. Kamura.

Eaí, que tal arriscar a fitagem pra ver como o seu cabelo se comporta? Dado o estado do meu, quando vi a técnica pela primeira vez, não achei que fosse funcionar. Mas ó, que lindeza!

Me contem suas experiências cacheadas pós-química, viu?
Afinal falar de cabelo NUNCA é demais, APENAS.
Esse post foi inteiramente escrito enquanto essa música maravilhoooohsa tocava nos fones da tia su:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=q_krT35dgDM]

NÃO DÁ PRA PARAR DE OUVIR ISSO ALGUÉM ME AJUDA SEND HELP
PS: Gente, estava eu faceira no instagram ontem e vejo que fui marcada numa foto, e vejam só que lindeza <3
A autora dessa lindeza é a Thaís do Le Petit Hibou, bora dar uma zoiada na página dela?
PS2: O blog agora tem seu primeiro parceiro oficial, a Surpreenda Store! Yaaaay e não podia ser melhor; uma loja de moda retrô <3 bora alimentar aquele monstrinho pin-up que temos dentro de nós? Só acessar a loja pelo banner aqui do lado na sidebar e ser feliz.

Aquele casal 20 lá da faculdade

12jun


E chegou o dia dos namorados. Uma data que eu zoava muito cerca de 4 anos atrás, pois até então nunca tinha passado esse dia com alguém especial. Ainda bem.
Porque assim essa data simbólica fica pra sempre marcada com a única pessoa que eu quero pra sempre ter comigo todo dia 12 de junho.

E essa pessoa tem os olhos verdes mais lindos desse mundo. <3

Como já não trabalhamos mais juntos (como aconteceu por quase um ano e meio), não estamos mais nos vendo tanto. Nos vermos todo dia tem sido um desafio com a mudança de rotina, mas sempre damos um jeito porque não nos acostumamos com a saudade ainda. Como se desse pra se acostumar né?

Eu só sei que depois de algumas experiências com relacionamentos fracassados, eu aprendi a identificar o que é pra sempre, e o que não é. O que é the real thing e o que é só uma tentativa fadada ao fracasso. O que é terminar uma briga fazendo de tudo pra deixar pra lá porque ficar numa vibe ruim é inviável, e o que é nem se importar se vão se falar no dia seguinte ou pelo resto da semana porque contornar a briga seria muito desgastante e você fica com preguiça. O que é receber a mesma quantidade de amor que você dá, ao invés de cair numa rotina chata e deprimente. Melhor ainda, o que é acabar caindo na rotina mas por ser uma rotina com essa pessoa, acabar por ser uma coisa boa.

São pequenas atitudes dos dois lados que dizem quando um casal é pra valer e quando tão ali só porque não tão fazendo mais nada mesmo.

Uma mensagem aleatória (normalmente mais de uma) durante o dia pra dizer que te ama, uma ligação pra dizer que tá com saudades, uma surpresa simples na frente de casa ou uma baita festa surpresa de aniversário. Há quem ache que essas coisas com o tempo ficam velhas e perdem a graça. Só que essas pessoas ainda não se apaixonaram de verdade.

Te amo muito, Hélio Neto! <3
//player.vimeo.com/video/77167135
Essa letra não tem o menor nexo pra quem é de fora, mas juro que esse vídeo foi a coisa mais linda que ele já fez pra mim. Fora que deu um trabalhão, hein? <3 Então acho que vale super a pena mostrar pras pessoas que eu me importo (você mesmo aí que lê meu blog, seu lindo!).

PS: Sim isso foi um post especial de dia dos namorados 😀 quem aí tiver feito algum também, me manda o link porque eu adoro ler historinhas de amor <3

Maio no instagram

29maio

Vamos começar com uma tag diferente, pra mostrar um pouco do meu dia-a-dia pra vocês, mas cortando as coisas chatas weeee.
Em outra vida fui uma contadora de histórias, sério, e como sinto que esse blog ta cada dia menos pessoal, let’s get personal.

Seguem as fotos + descrição dos melhores do mês! 😀
ALIÁS quem me seguir ganha um doce (o legalizado ta gente) @suelensuu

    
1. Depois de um tempo do cacete de chapinha no cabelo, lavei e dei uma senhora hidratada e esse foi o resultado 😀 so happy LIFE IS GOOD YASS
2. Selfie no encontro com o namorado pra comemorar nossos 3 anos de namoro. <3 A aliança no meu colar é a nossa de compromisso, mas aparentemente eu sou alérgica ao oxigênio que respiramos até e não consigo manter ela no dedo que ele só falta cair 🙁 sad sad
3. Mesmo dia, durante o encontro, uma margarita frozen (!!!) que chegou na mesa cantando let it go pra comemorar que além dos 3 anos de namoro também o fato de eu não estar dirigindo esse dia HAHEAHE

    
4. VOCÊ É BOBA ROSE, sim ganhei um xing-ling lindo do Coração do Oceano do Olhos Verdes só porque eu sou ruiva (VOCÊ É BOBA ROSE)
5. Selfie pra mostrar que troquei de piercing AMÉM IGREJA por uma argola, como eu sempre quis <3 e o Olhos Verdes sendo o Olhos Verdes. (y)
6. Pulseirinha de âncora hippie obviamente óbvia porque ÂNCORAS. Outro presente fora de época do Olhos Verdes. <3
    
7. Minha princesa tá doente 🙁 como cheguei a comentar no facebook, ano passado ela removeu o olhinho direito (não, ela não tá flertando com você na foto) por conta de um tumor. Agora o esquerdo está com uveíte e catarata (cega) devido a diabetes que ela desenvolveu. Tenho ido no veterinário com ela quase todo dia desde a semana passada e ontem recebi instruções de como aplicar injeções de insulina nela. Estamos nos esforçando muito, então espero que ela fique boa logo. :/
8. Dolly e Nicole dormindo comigo, quase não dá pra enxergar hahaha
9. Um hub usb em forma de robôzinho e um abajur/lanterna da Lego do Darth Vader. *-* Presentes de aniversário de namoro atrasado pro Hélio Neto, comprei na excelente loja O Segredo do Vitório!
    
10. Ignorando a cara inchada de sono (não durmo direito faz alguns dias) mas queria mostrar meu cabelo recém-cortado e como ele ficou feliz com isso HAHA CORTEM SUAS PONTAS DUPLAS TODO MÊS!
11. Sedex é uma das palavras mais lindas do mundo, essa foto foi ontem e quanto maior o peso do pacote mais meu coração se enche de alegria aleluia de pé igreja
12. O que tinha no pacote da sedex <3 um xbox 360 edição limitada star wars, que é incrível e o qual eu vou fazer um post com fotos e vídeos dando minhas impressões dele e da loja. Deve sair nesse fim de semana, fiquem atentos!
Bônus: Vídeo lindo do meu presente de 3 anos de namoro que ganhei do Olhos Verdes; UM FURBY BOOM <3

Exercício de imaginação pra babacas

20set
Meus caros e minhas caras, o post de hoje é tão importante que criei até uma logo pra ele.
Estava eu tranquila e faceira pelo facebook quando dou de cara com uma postagem muito interessante do blog Literatortura.

Vou colar só o exercício aqui pra vocês lerem e mais importante ainda, compartilharem o post deles pra todos os seus amigos.

Ao homem que acredita ter “direito” em cantar uma mulher, basta o simples exercício de imaginação: 


1- feche os olhos (figuradamente, pfv) 

2- imagine um homem. daqueles grandes e fortes. 

3- imagine ele se aproximando de você (ou, lhe seguindo com os olhos) 

4- agora imagine ele sussurrando (ou gritando) “gostoso” “tesudo” “nossa, como você é lindo!” “vamo lá pra casa?” “dá uma mamadinha aqui” 

5- constrangido, você entra no ônibus. Não há assentos. 

6- outro homem. este suado e não tão forte, mas ainda maior do que você, lhe encoxa. 

7- ele coloca a mão na sua bunda. e antes de sair, aperta, pra deixar claro que esteve ali. 

8- você desce do ponto (contente por ter sido “cantado” -só que ao contrário). Já está escuro. Precisa caminhar mais 10 minutos até sua casa. O bar do Zeca, como sempre, estará aberto, cheio de bêbados. 

9- você vai para o outro lado da rua. Em vão. Eles também te cantam. Da mesma maneira que o número 4. 

10- um deles levanta da cadeira, saca o celular e, cambaleando, vai em tua direção. Você é um homem. “posso brigar com ele. Ele está bêbado”. Mas ele “só” quer tirar uma foto do seu belo traseiro. Você não vai negar, né? É um elogio… 

11- você chega em casa, toma banho, reclama do assédio com sua mulher. Ela diz “quem mandou vestir esse shorts e essa camiseta?!” 

12- você abre o computador e se depara com o artigo ‘Você é muito bonita’, de André Miranda, publicado no O Globo. 

13- qual sua reação?Enfim, entende o que toda mulher passa ao ter que suportar o “direito” do macho de canta-la ou continua acreditando que “(Às vezes) o gostosa é simplesmente um elogio bruto”? 

Fonte: http://literatortura.com/2013/09/homem-acredita-direito-cantar-mulher-basta-simples-exercicio-imaginacao/ 

Por quê eu to compartilhando esse texto do Gustavo Magnani aqui?

Quem é mulher, sabe. Quem é homem, já é muito mais difícil saber/entender. A maioria nem tenta, na verdade. “Poxa, se uma mulher na rua me chama de gato, gostoso, etc, por quê eu iria achar ruim? Deixa de ser frígida, aceita o elogio!” Aposto que vocês conhecem muitos que devem pensar assim, né? Afinal, por quê mulher ia se ofender ao ser chamada de gata, pedaço de mal caminho, etc por um estranho? Noss. Só que claro, existe também uma outra parcela dos homens que não entendem, mas não por mal. Esse texto serve pra eles também.

Vocês que acompanham o blog já estão familiarizados com o meu namorado Olhos Verdes que vez ou outra faz uma participação aqui. Pois bem, vou usar o exemplo dele pra explicar esse último caso.

No caso do Olhos Verdes, ele é genuinamente um doce de pessoa e por isso achava que esse tipo de situação na rua me deixava contente e orgulhosa da minha aparência, e dizia ser orgulhoso de ter uma namorada tão notada, sem a maldade de “aff, deixa de frescura” que muito cara tem. E eu falo sério, não é por estar apaixonada não, há.

Já havia tentado explicar antes mas ele visivelmente não compreendia completamente minha indignação. Já havia parado com a questão do orgulho quando falavam comigo porque eu disse que me deixava desconfortável, mas eu sabia que ele ainda não tinha entendido o motivo disso totalmente.

Felizmente, esse texto deu a ele a visão que todo homem precisa experimentar e agora ele não só entende como promete sempre me proteger. (mais que antes) Claro que não pra sair matando por aí, nem eu quero isso, mas sim pra entender que quando ocorre esse tipo de assédio na rua, isso machuca e envergonha a pessoa que ele ama, e isso já é motivo de indignação pra ele também.

Vocês homens, também tiveram essa súbita noção da verdade?

Infelizmente esses comportamentos nunca vão deixar de acontecer. Nunca. A humanidade tem o seu melhor lado e a sua escória. Por questão de ignorância, muito desse melhor lado tem sua parcela de escória quando assedia uma mulher na rua como se ela fosse um pedaço de carne e que fosse obrigada a receber o “elogio bruto”, do contrário estaria sendo mal-educada/esnobe/estúpida.

Tirinha do post do Literatortura

Quer elogiar uma mulher estranha? Ok. Elogie. Não assedie. Elogie, respeitando o espaço dela, entendendo que não é não, que elogiar é bem diferente de assediar, e vice-versa. Quer conhecê-la melhor? Puxe uma conversa agradável. Se ela responder, prossiga. Se ela visivelmente evitar o contato, esqueça. Respeito e bom-senso é o que falta a nossa sociedade, e nem só aos homens, como a muitas mulheres também, sendo ou não nesse parâmetro de avaliação.

Vai ter gente dando pitaco “SUELEN TU ACABOU DE DIZER QUE ELOGIAR NA RUA É ERRADO E MIMIMI DOUBLE STANDARDS” então eu vou explicar a diferença entre elogiar (sem aspas) e assediar com um caso meu na semana passada.

Estava eu em uma loja (prefiro não dizer o nome da franquia pra evitar dor de cabeça) comprando petisco pra cinema, sozinha, enquanto minhas companhias estavam em outro andar na fila pro filme. Procurava um biscoito que meu cunhado André pediu pra levar. Não achei, saquei o telefone pra discar o número dele e escuto de outra ilha de salgadinhos “Muito bonita sua tatuagem.”
Ergo a cabeça e procuro a fonte e acabou que era um funcionário da loja estocando uma das estantes com um colega. Quando identifiquei que era ele, ele sorriu simpaticamente pra mim.
Sorri simpática e rapidamente de volta e respondi “obrigada” e voltei minha atenção pro meu telefone. Nada demais.
Já com o celular na or
elha esperando meu cunhado atender, escuto a mesma voz “Tão bonita quanto a dona.”
Mais uma vez me virei, e mais uma vez agradeci simpaticamente e me afastei. Meu cunhado atendeu e falei com ele o que precisava.
Estava me dirigindo para o caixa ainda com o telefone na orelha enquanto me despedia do André, e passei pela ilha onde o funcionário ainda estava pra chegar na fila. Ao passar por ele já escuto uma entonação diferente.
“Me dá o número do seu telefone também, linda.”
Congelei por um milésimo de segundo. Me irritei. Senti o casal na minha frente virar um pouco pra me olhar, talvez pra ver minha reação. Constrangida, ignorei o funcionário e fingi que ainda estava falando ao celular e que nem tinha escutado, embora já não houvesse mais ninguém na linha havia pouco mais de um minuto.
Quando a fila andou e fiquei fora da visão dele, senti que já podia parar com a farsa do celular e guardei, esperando minha vez.
Pensam que acabou? Não.
Eu já seria a próxima a ser atendida. Só tinham dois (de 10) caixas abertos no entanto. Foi aí que ouvi mais uma vez a mesma voz, só que dessa vez, direcionada tanto pra mim (ele falava alto e bem do meu lado do outro lado da estante que separava os caixas do corredor) quanto pra outra pessoa.
“Fulano, acho que ta amontoando demais essa fila… Vou ali abrir outro caixa, ajuda o siclano com a ilha que eu já volto.”
Puta que o pariu, hein?
Sim, ele de fato deu a volta por fora da loja, parou no ponto no final dos caixas com o intuito de abrir o primeiro que visse. Ficava me encarando enquanto falava com o gerente, mas eu fingia que não via.
Senhores que estão lendo isso, devem pensar “puta cara chato hein? você deve ter ficado muito puta com ele nessa hora!” Antes fosse.
Numa situação que beira PERSEGUIÇÃO, a irritação evolui pra um misto de vergonha com medo. É, MEDO. Fiquei com medo de ter que lidar com aquele imbecil e ter que aturar ele ficar me olhando como um pedaço de carne bem de perto enquanto me via obrigada a deixar ele me atender num caixa.
Entenderam a linha tênue entre elogio e assédio?
Felizmente, o gerente não permitiu que o funcionário abrisse outro caixa e pediu que ele voltasse ao que tinha sido pedido pra fazer anteriormente. Soltei um graças a Deus por esse gerente mentalmente e vi pelo canto do olho o cara contestar um pouco, e em seguida voltar por onde veio, por alguns momentos ainda com os olhos em mim. Fui atendida por uma moça em seguida e saí em disparada da loja, quase correndo, achando que talvez ele ainda estivesse atrás de mim.

Dizer que minha tatuagem é bonita, e que eu sou tão bonita quanto ela, soou como um elogio sincero, legal. (Até porque minha tatuagem chama atenção de qualquer forma) E como um elogio, eu agradeci e segui adiante. Pedir meu telefone num tom de “vamo lá pra casan”… Péssimo.

“Ah mas você devia então ter se manifestado que não gostou pra ele parar de te incomodar, a culpa é tua uai, como o cara ia saber?”

Não, eu não precisaria ter me manifestado.
Quando uma mulher tem interesse, ela responde. Se com um elogio inofensivo eu apenas agradeci e saí de perto, como diabos isso pode soar como um “VEM ME CONQUISTAR”?

É preciso entender que mulher, é tão gente quanto homem, trans, gay, etc, TODO MUNDO É GENTE. Todo mundo merece respeito. Pra qualquer um, não quer dizer não e acabou discussão.

Só isso mesmo.
Quem tiver experiências que quiser partilhar também, só chegar.
E um recadinho pra você que constrange mulher/homem na rua a troco de SEI LÁ o que você acha que ganha:
Vá.á.merda. e vire gente.

Breaking news!

13set
Isso não é um post, é só uma notícia.
Dirijam com cuidado se estiverem em Manaus, tá?

Voltamos a nossa programação normal.
<3
PS: Quem tem tumblr? SEGUE! www.ancora-alada.tumblr.com
PS2: SIM eu vou gravar um vídeo, talvez no fds, e só pra interagir mais nele eu vou ler e responder os comentários desse post aqui, até porque o tema deva ser justamente a auto-escola rssss

Compras de Julho!

23jul
Depois de mais um pequeno hiato, aqui estamos. Dessa vez, problemas de saúde, então vocês vão me perdoar ou eu vou caçar um por um rsrsrs.
Mas não foi nada comigo, e sim com a minha vó/guardiã, por isso minha atenção se voltou totalmente pra ela nessas semanas e olha… Guerreira, apenas!
Ela ainda tá se recuperando, mas quando estiver 100% eu vou fazer um post MUITO interessante pra todo mundo explicando o que houve e como isso pode rolar com qualquer um de nós independente da idade sem a  gente nem saber, e por isso precisamos dar atenção aos sinais que nosso corpo manda, que você pensa que pode ser nada… Anyway… Não vou escandalizar ninguém (agora).
Vamos ao post?

Depois de muito tempo presa em contas pra pagar EU PUDE FAZER COMPRAS KKKKKKKKKK gente vocês já me conhecem, foi uma alegria sem fim. Fútil é a sua mãe. Todas as coisas abaixo são da Marisa, porque eu fui no shopping com o intuito de comprar uma calça jeans (as minhas já me abandonaram) e acabei perdendo um cadinho o controle porque a loja tá com uns preços muio loucos. Por favor observem essa mochilinha mais que linda. <3
Essa estampa *_*
Ela custou 60 reais. <3

Esse é o Teôncio aliás, meu bonequinho velho que parece de vodu mas que na verdade eu comprei na Imaginarium anos atrás, e que vai nos acompanhar nesse post porque ele estava desocupado mesmo.

Moletom de outono que custou, wait for it… 29,90. VINTE E NOVE. E esquenta mais que o inferno então tá valendo em termos de qualidade, e é super gostosinho de vestir <3 comprei logo um G pra ficar folgado como a dona.

Mania de guardar etiquetas fofinhas acabou de ganhar mais um pra coleção.

Prontos pro maior achado da noite? A Marisa tá louca gente. Esse moletomzão do tamanho do universo (é M mas ficou folgadérrimo e o cumprimento dá pra usar de vestido kkkkkk vestido pirigueto, mas dá) custou nada mais, nada menos, que o mesmo preço do moletom anterior. 29,90.
Marisa stahp.

Detalhe da estampa *_*
Ele é meio pesadinha (amo) e esquenta bastante também. Apenas apaixonada.

Me descontrolei só mais um pouquinho e comprei a versão cinza/creme dela também, me processem.

Essa camisa foi o pecadinho da noite rs tem 2% de tecido comparado ás peças anteriores e custou o dobro LOLOLOLOL MAS EM MINHA DEFESA.
Eu fiquei divina nele. Tá? ç-ç
Custou, sim 59,90, e tem uma transparência que vai me obrigar a usar regata por dentro, mas gente olha essa estampa.

Passarinhos = meu fraco :'(
EDIT: Peguei uma foto que tinha tirado no provador pra mostrar pro Olhos Verdes e esqueci HAEHAEH olhem que amor <3 comprei ela um tamanho maior pra ficar grandona, -ss se vou pagar 60 pila por pouco pano que seja mais pano

Perceberam que eu quase nunca me mostro aqui? Ai que vergonhzzzz…



Tá suelen, aparentemente cê esqueceu que mora em Manaus e que aí se nevar vão ser flocos de fogo e mesmo assim comprou três roupas de frio, consumismo ok, consumismo inútil é perdoável?
Não. E é por isso que, venho por meio deste, lhes dizer…
que EU VOU PRA SÃO PAULO GALERA
\o/\o/\o/\o/

O Olhos verdes precisa tirar o visto, e adivinha quem vai na bagagem de mão? *dancinha*
“Sim grandes merda :s” vou deixar essa minha alegria aqui com vocês para saberem que a última e única vez que eu pisei num avião e fora do meu estado (amazonas) foi quando eu tinha 4/5 anos. Ou seja, o mesmo que nada, porque eu não lembro bulhufas. Então sim eu to morrendo de ansiosa.
Mora em SP? Vamos sair, se conhecer, tomar um chopp, ou se você for de menor, um nescau <3 se bem que eu vou passar o fim de semana inteiro na rua da liberdade e na au
gusta rsrsrs MAS se tiverem mais dicas de locais que eu deveria conhecer, deixem nos comentários porque eu to morrendo pra saber.
Fiquem agora com mais fotos aleatórias só pra eu não ter gasto a bateria da câmera por pouca foto;
Teôncio e Mika chateadíssima com a claridade do quarto <3

Teôncio sendo egocêntrico.

Um gafanhoto feito de folha de coqueiro (o cara fez na nossa frente e super rápido! :o) que ainda não tem nome mas eu vou deixar pra decidir isso depois.

Muitos pincéis que o Olhos Verdes me deu <3 to tentando aprender aquarela na marra, já que aqui não tem aulas nem material decente. Vamo ver né.
Tchau!
.