Textos

A auto-sabotagem e o controle ilusório que ela traz

Pessoal

Em um relacionamento sério (comigo mesma)

Fotografia

Jolene | Look e preset para Lightroom

Posts marcados na categoria Beleza

Resenha | Novex Santo Black Poderoso!

24jan

Fiquei com dó de acordar o gato, me disgurpem

O produto de hoje é praquelas cacheadas que são que nem eu; querem volume no teto!

O Novex Santo Black Poderoso é um creme de tratamento ultraprofundo da Embelleze e é destinado pra cacheadas e crespas; tem como trunfo dar aquele volumão que a gente ama nos cachos. Se eu quero ver o efeito dele numa mana de cacho 4a-c? Quero muito! <333 Se eu já curti o efeito no meu singelo e naturalmente pesado 3b, imagina numa mina com um black daqueles de babar, manas? Testem e me mandem fotos pra eu botar na parede, suas lindas!

DSC_0210

Na composição ele tem óleo de semente de baobá, semente esta que é composta por um mix das vitaminas A, B, D, E, F, ômega 3, 6 e 9 (ufa), então needless to say, é uma ótima opção pra fase de Umectação pras migas que fazem cronograma capilar. Afinal, se cacheada pudesse tomar banho diário em óleos e vitaminas numa banheira de platina, a gente tomava.

Além disso, ele promete fazer todo o trabalhinho dele em apenas 3 minutos. Eu como boa sagitariana que sou, deixei por 6 nas vezes que testei, como costumo fazer com ampolas de hidratação também!

Nas instruções no pote também contém que se pode deixar até 10 minutos pra uma hidratação intensiva (ou seja, eu toda vez que deixo de lavar o cabelo por 5 dias).

Embalagem fofenha

Um ponto positivíssimo que vem acompanhando váááários produtos da Embelleze que tenho testado, é que este abençoado é também liberado pras técnicas de no e low-poo! Não possui nenhum dos veneninhos que costumamos ver em produtos comuns (sulfatos, petrolatos, silicones, etc).

O produto cumpriu o prometido?

Cumpriu meeeeeismo!

Testei ele usando como pré-shampoo (to viciada nessa técnica), e também depois por 6 minutos depois do shampoo. De creme pra pentear, usei o Memorizador de Cachos (também da Embelleze) e do qual eu já falei algumas vezes lá no stories do instagram. (Me segue pra não perdeeeeeer). Deixei secar naturalmente e aproveitei que minhas softboxes estavam montadas no quarto e fiz fotinhas bem princesa horas depois:

Eu posso até parar de fazer o leãozinho, mas o leãozinho jamais sairá de mim

Bem princess da amazônia

Deixou um cheirinho docinho super gostoso que durou ainda dois days after, senti uma melhora no frizz e principalmente, senti mais facilidade na hora da fitagem pra “levantar” a raiz e deixar um volume mais TRÁ

Naquele cachinho láááá atrás em segundo plano nessa última foto, dá pra ter uma ideia do quanto eu consegui me livrar das temidas pontas duplas/espichadas.

Quanto a definição, as fotos falam por si só né non? Muitas molinhaaaaaas ruivas pros meus sobrinhos puxarem (pela fé molecada amo vocês mas parem de fazer isso NÃO É MOLA)

E por último, mas não menos importante (inclusive muito importante e, pra mim, é um fator decisivo quando decido se vou comprar de novo no futuro ou não), ele é extremamente acessível <3 Vem nesse potão de 1 kg por um preço médio de R$22,90, rendendo até 42 aplicações. Já ta a venda faz um tempinho em farmácias e perfumarias, e achei também no site da Ikesaki.

rosinhas5

5 rosinhas de satisfação pra esse cremão poderosão do volumão!

 

Resenha | HidraPoo Cachos Poderosos

16jan

dsc_0044

Mais uma resenha capilar pra vocês! Preciso dizer, nunca foi tão divertido fazer uma série de posts; to aprendendo bem mais sobre o meu cabelo, especialmente o que funciona e o que não funciona (e o porquê de não funcionar), e ta sendo melhor ainda poder dividir as experiências com vocês. <3 Quem é cacheada e cacheado nesse mercado cada vez mais abrangente que temos hoje, sabe a dúvida que é na hora de escolher um dos 128718278 produtos na prateleira. O que no final do dia acaba sendo bom, dado que numa época não tão distante, encontrar coisas pros nossos fios não era tão fácil assim. Amem to that!

Mas vamos lá, primeiro vejamos a proposta do HidraPoo Cachos Poderosos da Garnier Fructis:

dsc_0046

Limpa, hidrata, e ativa os cachos

Ele traz a mesma proposta do Light-poo tudo em um da L’Óreal, de agir como shampoo, condicionador e creme de hidratação no mesmo produto. Fiz um vídeo sobre ele, que por sinal curti bastante, e você pode ver clicando aqui.

Ele é feito para cabelos de cachos abertos, de 2B a 3B. Existe a versão para cachos fechados também! A textura dele é como a de um creme pra pentear mesmo, mas mais suave, então precisei usar uma palma da mão certinha de produto pra pegar em todos os fios. A embalagem é do meu tipo favorito, que fica com a tampa no fundo pra não precisar fazer a doida balançando o frasco pra cima e pra baixo pra pegar o que ta no fundo. Não produz espuma, parece realmente um creme pra pentear.

O produto cumpriu o prometido?

Nas primeiras três vezes que usei o HidraPoo, meu cabelo permaneceu hidratado e bem alinhado, fora o cheirinho maravilhoso do produto que perdurou mesmo depois do cabelo lavado e seco. Mas da quarta vez em seguida o negócio meio que desandou e fui sentindo meu cabelo ficar com frizz e perdendo definição dos cachos. E eu tenho uma teoria do porquê disso.

dsc_0047

Essa nova onda de cremes de limpeza tudo-em-um chegaram com a melhor das intenções, mas não tem como negar, todo cabelo é diferente (mesmo os aparentemente iguais) e portanto precisam de coisas diferentes para “funcionar” bem. Penso que esse creme, assim como o da L’Óreal, são um excelente quebra-galho; pra ser usado naquele dia que você ta realmente corrida e com pouco tempo disponível pra se cuidar, mas também não quer sair destrambelhada na rua. Uma vez ou outra, porque nenhum quebra-galho substitui aquele ritual de produtinhos que somos acostumadas a usar. (Googlar cronograma capilar) Então creio que meu erro foi justamente querer substituir tudo que eu tenho entre cremes de hidratação, cremes de reposição de massa, cremes de nutrição, óleos, queratina líquida, vitaminas etccccc por um produto só pro resto da vida. Realmente não faz muito sentido, né?

Guardo tanto o HidraPoo como o LightPoo no coração e no armário, para aqueles dias loucos em que meu cabelo ta um ninho de rato e eu não posso me dar ao luxo de parar pra fazer cronograma. Por isso, sinto que vale a pena ter essa opção.

Para os outros dias, vale reservar umas horinhas do dia pra cuidar de mim mesma, tanto em cabelo como pele, unhas, etc. SPA days são importantes pra nossa saúde mental também, sabia? (Inclusive, to precisada)

rosinhas4

4 rosinhas de satisfação

Já usaram esse tipo de produto tudo-em-um? O que acharam?
Beijas <3

Resenha: Redutor Abdominal Claffeise AB da ADA TINA Italy

17nov

dsc_0075

Recebi uma caixa de mimos da Kutiz pra resenhar e uma delas foi esse produtinho da marca conceituada ADA TINA Italy. Junto veio essa fitinha métrica (amei, tava precisando) pra ajudar a medir os resultados.

O Claffeise AB da linha de cremes redutores da ADA TINA Italy é composto, entre outros nomes compridos, de cafeína ativa e extrato de GC-Lipo, ou seja, tem como objetivo prover firmeza naquelas áreas mais desuniformes do nosso corpo (esse aqui é específico pra área abdominal), e o produto promete reduzir até 3,2cm de medidas com o uso contínuo durante 28 dias. Claro que tudo isso aliado a exercícios e alimentação correspondentes.

dsc_0077

O que eu achei: usei o produto só uma vez, mais pra testar coisas mais práticas como textura, cheiro, possíveis reações (não deu ruim nenhum e é muito cheirosin :D) etc e a coisa que mais notei foi como a textura me lembra a do primer da tracta (que eu amo forte), deixando a pele com um aspecto bem aveludado. Não vou mentir, é gostosinho.

No momento to me preparando pra voltar a usar o corset (e finalmente fazer um post sobre ele) e penso que vai ser ainda mais fácil manter a disciplina dos 28 dias usando o Claffeise AB aliando com a prática do tight-lacing, então vamos ver!

Mais detalhes na caixa

Por conta disso decidi que vou concentrar o produto na linha da cintura onde o corset atua com mais eficácia; e naquela região das costas perto da axila, emagreci esses últimos meses mas não fiz musculação o suficiente e por isso essa região ficou com umas marquinhas que me incomodam um pouco. Nada MEU DEUS DO CÉU, mas né, vai ser um lugar interessante pra testar ele!

Além desse específico pra gordura abdominal, também tem um outro  Claffeise específico pra celulite e gordura localizada na mesma linha.

Vocês já usaram esse tipo de creme específico pra uma área do corpo? O que acharam? Sentiram diferença?

Bjos!

Resenha: #LoveCachos da Capicilin

31out

dsc_0005

Esse post é o primeiro de uma série sobre todos os produtos pra cabelo que tenho testado nas últimas semanas; e olha, tem produto pra caramba! Então pode sentar e comer uma pipoquinha que, assim esperamos, ao final dessa série você já vai ter decidido qual deles você sentiu que é sua alma gêmea! <3 Vam?

Eu recebi esse kit lindo com esses novos lançamentos da Capicilin pra cabelos cacheados e, admito, dentre os fracos grandes a primeira vista eu não vi a diferença entre eles. Inclusive, ela é bem mínima, mas existe. Sabe quando uma amiga de cabelo cacheado recomenda X produto, porque no dela ficou SENSACIONAL, mas no seu nem tanto? Pois é, é exatamente o que eu observei aqui. A composição não muda muito, mas a textura do creme/gel sim, e o efeito final também varia de acordo com o tipo de cacho. E eu não to falando do tipo 2a a 4c.

Meu cabelinho depois do uso de um dos produtinhos desse post <3

Meu cabelinho depois do uso de um dos produtinhos desse post <3

A linha promete ter o pós-lavagem perfeito pra todos os tipos de cachos (inclusive todos tem a indicação de serem pra todos formatos de cachos, o que achei um pouco suspeito, mas preferi não julgar antes de usar):

#LoveCachos Gelzinho Líquido

dsc_0007

O primeiro da lista é o gelzinho líquido, e como o nome já diz, tem uma textura molinha e transparente de gel aquecido. Promete aquele “brilho molhado” nas curvas dos cachos, controlar o volume e ativar e definir os mesmos.

dsc_0009

A composição de todos contém D-Pantenol, Óleo de abacate, Óleo de coco e Aloe Vera, que são nutrientes maravilhosos pra cabelos secos como os cachos costumam ser.

dsc_0010

dsc_0015

Só de olhar e sentir a textura eu meio que já sabia o tipo de efeito que ele teria; como mencionado ali em cima, o “brilho molhado” de um cabelo que não secou completamente – o que também por tabela traz a quantidade mega reduzida de frizz (já que os fiozinhos nervosos ficam “grudados” no restante do cabelo pelo efeito de gel), o que por lógica também diminui o volume, então se você quer um look cacheado comportado, com curvas definidas e volume controlado: #loveCachos Gelzinho Líquido!

O produto cumpriu o prometido?

Meus fios são bem grossos e desordenados, então não sei quanto disso ao certo influenciou no efeito de um gelzinho que deve “controlá-lo”, mas de toda forma eu senti o volume bem menor que o de costume e uma textura mais “firme”, por assim dizer, como se meu cabelo ainda estivesse úmido mesmo estando seco. O brilho que deixou foi lindo, no entanto! E o frizz teve uma diminuição drástica. Não é o tipo de creme que eu usaria justamente porque pessoalmente eu gosto de volume, mas pra você que gosta do look, recomendo.

rosinha3

3 rosinhas de satisfação

Abaixo seguem as resenhas dos outros produtos da #LoveCachos, clique no “Leia mais…” para continuar lendo! 🙂 Leia mais

Resenha: Makes veganas (by Lush)

20jan
Recebi por esses dias uma caixinha super linda de uma marca que eu tava morrendo pra conhecer mais coisas, depois de já ter lido mil resenhas pela blogosfera e ter me apaixonado por um hidratante que não largo mais; a LUSH <3 imaginam minha alegria?
Mas já de cara topei com uma linha de produtos nova da marca, que agora expandiu no mercado das nossas amadas makes.

 

 

A Emotional Brilliance traz tudo que se tem pra amar na marca, em especial o cuidado com que é criado e como a saúde da pele vira prioridade. Porque sim, além da marca ser cruelty-free, artesanal e vegetariana, ainda tem na composição ingredientes fresquinhos e hidratamtes adquiridos de forma ética. Pra quem tem a pele sensível e não se dá bem com muita coisa que se acha no mercado então, é uma opção excelente. (Eu que sei, tendo essa pele de jacaré descascada ;-; quanto mais coisa natural e hidratante, mais tia suh fica feliz!)
Agora, a gente sabe que usar maquiagem diariamente pode ter consequências chatas no futuro (especialmente se você não tem o hábito de remover ela antes de dormir), daí na teoria, quanto menos química pesada na composição, melhor. Ainda mais base, que a gente faz de reboco na cara, NÉ? Pois sim, vou começar falando das bases então:

 

Base Jackie Oates para peles claríssimas
 

 

A base Jackie Oates foi a escolhida pra chamar de minha no dia-a-dia. Ela é levinha e cheirosa, mas por ser leve também não tem A_Cobertura, como uma base studio por exemplo. Ainda assim uniformiza o tom da pele belíssimamente sem precisar usar demais (fiquei com medo disso pelo pote ser pequeno, mas acabou que o bichinho rende mesmo). Por não ser pesada e de alta cobertura, e por ser toda natural e hidratante como falei ali em cima, achei ela ideal pra usar no dia-a-dia ao sair de casa. Até porque além de esconder imperfeições, ainda cuida da pele, contendo ingredientes como mel, manteiga de karité, leite de aveia, glicerina e aloe vera. <3
É bacana ainda misturar a base com o seu hidratante facial diário; além de render mais, oferece ainda mais proteção!

 

 Light pink, para peles claras de tom amarelado
 

 

Demarquei com um traçadinho ali na imagem da direita onde dá pra ver a diferença da minha mão pra onde apliquei a Light Pink, que já não serviria mais pra pele do meu rosto (a pele do rosto é sempre mais clara que da mão! Portanto se na mão já ficou escura, magina na pele. :P), então só testei uma gota aí mesmo. Também cheirosa e hidratante, na sua composição tem dióxido de titânio, que ajuda a proteger a pele do sol! (Tem na Jackie também :V que convenhamos nossas peles fantasmagóricas necessitam mesmo).

 

A Dark Yellow é a única base que não fiz a graça de testar, porque fiquei com pena haha, ela é mais escurinha que as outras duas e é ideal pra peles de tom oliva! Fico pensando se ela serviria pra fazer um contorno sutil? Vou testar e aviso. (Aquela que tem pena de deixar sem uso)

Apesar da aparência, a Charisma pode ser usado por todos os tons de pele, não fica esse vermelhão todo não, juro! Na real fica uma aparência de pele saudável e bronzeadinha. Na minha cara pálida no entanto pareceu que peguei sol só no rosto então… Não >< haha rosto bonito com cara de saúde e pescoço de vampiro, nope – mas quero usar ela de novo depois desse fim de semana onde vou me enfiar numa cachoeira pra pegar uns bronze!
Mesmo não tendo rolado usar ela nesse momento, fiquei apaixonada pelo cheirinho. <3

Já proclamei meu amor por esse iluminador duas vezes lá no instagram do blog. Acho que deve ter sido meu favoritinho da linha! <3 Foi só mais pra metade do ano passado que vim descobrir a mágica que um iluminador faz na pele, e desde então não largo mais e já testei vários; o Feeling Younger entrou pro top 5 por ser bem suave e cheiroso, e por isso também ideal pro dia-a-dia.
Pra passar aquela ideia falsa de que tenho saúde e tal. (y)
Eu usei ele tanto em uma make que vou postar no final do post, como também to usando direto sem base mesmo, só pra sentir que sou brilhante indo na taberna. Vou me policiar pra não acabar com o pote todo, eu sei. 🙁

 

 Favor não respirar ao chegar perto desse pózinho

O pó translúcido que dá nome pra linha, Emotional Brilliance é tão leve, tão leve, mas tão leve que foi meio difícil usar sem maquiar, além da minha mão, também o resto do quarto. @_@ A melhor forma que encontrei de testar ele sem desperdiçar, foi jogando um pouquinho na tampa e controlando com o pincel de lá. Esse foi o único ponto negativo que achei, porque no quesito matizar ele fez o prometido. Fiz questão de passar um pouco bem em uma parte onde anteriormente tinha o iluminador, daí na foto da direita acho que dá pra perceber onde ainda tem iluminador, e onde tem pó. 😀 Nem preciso dizer mas esse é outro que vai durar milênios, já que uma quantidade mínima já dá tranquilamente pro rosto inteiro.

Saindo agora da parte do reboco, e indo pra parte dos olhinhos. <3

Pros olhos, recebi um delineador nessa cor magia chamado Motivation e uma máscara de cílios preta com o nome espirituoso de Eyes Right.

Admito que, por ainda ser meio iniciante-intermediária (fez sentido?) nesse mundo de makes, senti um pouco de dificuldade com o aplicador da máscara, por já estar acostumada com os mais longos que a gente vê por aí. Mas a força do rímel compensou, juntamente com o composto de germem de trigo que hidrata os cílios. O que é muito bem-vindo pra mim que tenho cílios curtíssimos e que ainda fazem o favor de cair 🙁

 

O aplicador do delineador é normal, também curtinho, mas nele não senti dificuldade nenhuma; e a cor PELO AMOR olha essa cor. Nota que as fotos aqui tão todas sem filtro, porque eu preciso que vocês percebam como eu amei essa cor. (Depois de verde-água, cor favorita de tia suh é azul esverdeado. Tendeu?)

Ainda não consegui usar ele em uma make por conta das possíveis combinações, mas quem tiver uma sugestão que eu possa seguir, só chegar.

Por último mas de forma alguma menos importante, os batons líquidos!

Todos os batons líquidos, contrariando a modinha atual, são cintilantes. Já tinha esquecido o que é usar um batom que não é matte! Desacostumei inclusive, hahah, mas todos os pontos pra eles porque, apesar das cores não terem uma gama muito diferenciada (todos em variações de vermelho), são todas lindas e em especial me apaixonei pela Confident e pela Perspective. A Decisive é um vermelho muito lindo também, mais fechadinho que o vermelhão clássico então mais discreto. O Believe e o Passionate são cores que normalmente não uso nunca porque não sinto que combina comigo ou com a cor do meu cabelo. Mas admito que me encantei com a pigmentação das duas também. Adoro cor forte, genteney.

 

Na ordem; Believe, Decisive, Passionate, Confident e Perspective
 
Abaixo, a make que fiz pra um ensaio babadeiro e burlesco usando a Feeling Younger e o Confident. <3

 

//platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Espero que tenham gostado da resenha!
Vocês podem acessar a loja virtual da Lush clicando aqui ou, se tiver a sorte que eu não tenho, pode ir até a loja física deles pra dar um bizu em tudo! (aconselho, é o lugar mais cheiroso que já entrei. /quero)
Beijas! <3

A saga do ruivo por henna – Parte 2: A hora da verdade

05maio

Já clareamos o cabelo, já recuperamos os fios, já somos uma loira muito loka! Agora, finalmente chegou a hora de ser a ruiva dos sonhos, com aplicação de Henna! <3

Deeeepois de uma semana MUITO LOCA graças a Kipling (amor infinito) mochilando pela Inglaterra com o Olhos Verdes e a Bru Vieira (e o agora migo Mauro irmão dela), Suele finalmente voltando ás atividades do blog. Vlog tem, mas falta editar, e antes disso eu pretendo cumprir com o dito post sobre a henna que prometi que ia liberar quando voltasse de viagem. Pois aqui está, nesse post de hoje, o resultado da peripécia desse outro post aqui!

Bora jogar brigadeiro no cabelooooooo (só que na vdd é henna)

Depois de ficar loira, passei a semana toda recuperando o cabelo como vocês bem lembram, pra tentar aplicar de novo no final de semana seguinte. Mas a Henna já tava pronta desde o final de semana passado! O que fazer? Deixar a bicha assim sem mais nem menos era estragar na certa a mistura. Mas por isso e pra salvar nossos bolsos e resto de paciência é possível congelar a henna pra descongelar apenas no momento do uso. Que bão hein?

Clica em continuar lendo pra ver no que deu!

No meu caso, decidi refazer a mistura mesmo, porque me arrependi da receita que tinha executado anteriormente (nem vale a pena mostrar aqui já que eu nem usei, né?) e decidi por fazer outra no sábado a noite (iríamos aplicar no dia seguinte). E esse realmente era o golpe de misericórdia porque a viagem da Kipling seria na semana que segue. Então tinha que dar certo meuDeusdocéu

Aqui vão os ingredientes e medidas pra fazer a minha misturinha da henna:

50 gramas de COLORAU
50 gramas de PÁPRIKA DOCE
100 gramas de HENNA PURA INDIANA da CASA DA ÍNDIA (Comprei dois pacotes logo nesse link)
150ml de VINAGRE DE MAÇÃ
Suco de 1 LIMÃO inteiro
100ml de ÁGUA FILTRADA

Em suma é só jogar tudo isso dentro de um recipiente de plástico (ou de vidro. JAMAIS DE METAL!) e misturar até ficar uma massa homogênea com cor de brigadeiro (no meu caso por causa do colorau e da páprika, sem eles a mistura fica mais puxada pro verde mesmo, isso é normal) com cheiro de mato. Eu e a Monica particularmente não nos incomodamos com o cheiro, apesar de ele ser universalmente detestado nos grupos que participamos. Deve ser o costume já que moramos em Manaus RISOS RISOS RISOS <3 te amo mao

Depois da mistura prontinha é preciso deixar a mesma descansar pra liberar o pigmento. Como assim Suele?

Nesse caso eu sou bem leiga e adepta do olhômetro, mas tem um tempo certo de acordo com a temperatura do ambiente onde a henna vai descansar, pra ela “chegar no ponto” de liberação de pigmento adequada pra ser usada, sendo que usar antes ou depois desse intervalo não vai colorir seu cabelo em nada. Então é preciso ficar de olho!

O olhômetro a que me refiro é o que vocês pensam mesmo; passa um cadinho na mão e espera uns minutinhos; Lava a lama e se no lugar onde você passou tiver ficado manchadinho, significa que a henna está pronta pra uso. Quanto mais forte a mancha, mais no ponto maravilha a henna está. Muita gente deixa ela descansando em lugares de temperatura mediana (nem quente nem frio) por 8 a 12 horas; ou você pode simplesmente congelar a henna por esse tempo e, na hora de descongelá-la em banho maria (que foi como nós fizemos), é só ir testando no olhômetro e na costa da mão pra ver o ponto certo. A minha ficou no congelador da Monica por aproximadamente 16 horas, e no dia fatídico descongelamos a mesma em banho-maria bem de boas sem fogo alto nem pressa, mexendo ela com uma colher de madeira ou pincel de plástico de tintura (nunca envolva metal diretamente no preparo da sua henna!).

E o teste do olhômetro:
Costa da mão e dedos devidamente manchadinhos

Daí estávamos prontas pra aplicação e pra hora da verdade.

Como já falei no post anterior, a henna precisa ficar na sua cabeça de 4 a 6 horas; menos de 4 horas talvez pegue fraquinho a cor, mais de 6 horas pode haver excesso de pigmento e escurecimento do cabelo (o que não é necessariamente ruim, mas depende do seu objetivo). Eu deixei por exatas 6 horas com proteção de plástico filme (Aqueles de guardar comida mesmo), ou seja, por 6 horas perambulei pela cidade (SIM) com essa aparência:

Afinal eu tinha afazeres pra executar e ficar 6 horas de molho em casa não era uma opção viável. Assustei criancinhas no trânsito, talvez essa tenha sido a parte menos entediante. E sujei o banco do carro um pouco de lama verde, mas isso tem conserto.

Um detalhe importante que eu só fiquei sabendo pela Monica; é interessante “esquentar” o cabelo dentro do plástico-filme com um secador de meia em meia hora, ou quando você achar mais conveniente desde que seja no mínimo de hora em hora. Eu esquentava sei lá de 10 em 10 minutos porque sou sagitariana e não exagero nunca. NUNCA MESMO. !!!!MESMOMESMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Depois das 6 horas completas eu já estava em cima da hora pra ir pro show da Kéfera que ia ter aqui na minha cidade nesse exato dia HAHA daí fui tirar o plástico e lavar o cabelo.

NÃO PODE LAVAR COM SHAMPOO! As propriedades presentes em shampoos servem pra abrir os fios pra remover impurezas, e nesse caso, a impureza podia ser considerada o pigmento da henna, ou seja usar shampoo seria fatal pro resultado final, dando numa suele loira manchada e infeliz. Pra lavar e remover a lama do cabelo pode-se usar cremes levinhos como o santo yamasterol ou condicionadores comuns e de preferência com o mínimo de ingredientes químicos possível. Eu usei o mesmo condicionador do post anterior, da bioextratus, ele é muito amorzinho. <3 Ah e sempre em quantidade mínima, só o bastante mesmo pra tirar tudo da lama dos fios e do couro cabeludo. No meu caso saiu facinho facinho! <3

O RESULTADO:

Cabelinho molhado assim que cheguei no show da Kéfera – no final do show, já seco <3

Além de colorir, a henna hidrata e encorpa os fios fragilizados, como dá pra ver nesses cachos maravilha que ficaram <3 meu cabelo ficou MUITO macio e com zero manchas como estava o ruivo por tinturas anterior! Fiz fitagem claro, porque não existe ainda componente químico ou natural que recupere meus fios marroquinados ;( mas fora isso só amor ó <3

Foto na luz branca com a samsung nx mini (sem filtros ou manipulações de imagem ou cor JURO)
 
(Foto com a mesma câmera, com e sem flash)

Tia suh está apaixonada pela nova cor uniformizada e ruivinha, e recomenda pra todos os ruivos e ruivas que pretendem permanecer no lado cobre da força por bastante tempo! <3

Que aliás vale destacar de novo; só use henna pra colorir o ruivo se você tiver certeza que vai querer ficar ruivo ainda por muito tempo! Porque a henna é tipo 10 vezes mais resistente a processos de descoloração então é meio que uma sentença; vai ser ruiva pra sempre (exagerada) sim!

E clica aqui pra ver o mesmo processo no cabelo da Mônica!

Bjas!